Mercado abrirá em 18 mins

Alguns idosos no Canadá passam quarentena acampados em parques

Sandrine Rastello
Foto: Getty Images

Luc Choquette, proprietário de um acampamento, começou a notar algo inusitado no começo da fria primavera de Quebec: idosos em busca de camping.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Os “snowbirds” - o termo coloquial para dezenas de milhares de canadenses idosos que fogem de invernos rigorosos rumo ao sul dos EUA ou México - estão retornando antes, a pedido do primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, e de outros líderes. Alguns não têm residência permanente para aguardar a quarentena obrigatória, por isso Choquette abriu seu acampamento perto da fronteira com os EUA mais de um mês antes do previsto.

Leia também

No Quebec, os idosos que se confinam em trailers, apesar da temperatura externa congelante, fazem parte do esforço para conter a propagação implacável do coronavírus. A província possui 23% da população do Canadá, mas quase metade dos 11.268 casos de Covid-19.

Isso levou a algumas das medidas mais estritas do Canadá, incluindo postos de controle da polícia nas rodovias que trazem passageiros de Ontário e New Brunswick. As autoridades de Quebec ordenaram a fechamento de todas as empresas não essenciais na semana passada, mas criaram a exceção do acampamento para os chamados “snowbirds”, com 641 vagas abertas para os residentes se isolarem na quarentena.

Parte dos casos de coronavírus em Quebec tem a ver com o momento. As escolas tinham programado férias no início de março, por isso famílias viajaram antes que as novas regras fechassem a fronteira Canadá-EUA para turistas. Para as autoridades que desejam minimizar novos casos importados, o retorno desses idosos representa uma nova complicação.

Não há dados oficiais sobre os snowbirds, embora o Departamento de Estatísticas do Canadá tenha dito que 336 mil canadenses visitaram os EUA ou o México por 21 dias ou mais no primeiro trimestre de 2018, quase 1% da população. Michael MacKenzie, diretor executivo da Canadian Snowbird Association, estima que cerca de 200 mil permaneçam nos EUA durante todo o inverno.

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.