Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,83
    -0,72 (-0,84%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    35.395,00
    -1.674,34 (-4,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Alguns bancos de Wall Street preveem 4 aumentos nos juros nos EUA em 2022

·1 min de leitura
Logo do Goldman Sachs

(Reuters) - O Goldman Sachs projeta que o Federal Reserve elevará os juros quatro vezes neste ano e iniciará o processo de redução do tamanho de seu balanço já em julho, juntando-se a outros grandes bancos que preveem um aperto agressivo da política monetária nos Estados Unidos.

O banco de Wall Street previa anteriormente alta dos juros pelo Fed em março, junho e setembro, mas agora espera outro aumento em dezembro.

A taxa prevista pelo Goldman Sachs está apenas modestamente acima das expectativas do mercado para 2022, "mas a diferença cresce significativamente nos anos subsequentes", escreveu o economista-chefe Jan Hatzius em nota publicada no domingo.

O JP Morgan antecipou na sexta-feira sua previsão para o primeiro aumento de juros desde o início da pandemia para março, ante junho, e prevê altas de juro a cada trimestre deste ano.

"Acreditamos que as autoridades do Fed estão chegando à mesma conclusão de que o mercado de trabalho está muito apertado, tornando difícil segurar o primeiro aumento até junho, nossa previsão anterior", escreveu o economista-chefe do banco, Michael Feroli, em nota.

(Reportagem de Aniruddha Ghosh e Sruthi Shankar em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos