Mercado abrirá em 8 h 28 min
  • BOVESPA

    100.552,44
    +12,61 (+0,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.669,25
    +467,44 (+1,22%)
     
  • PETROLEO CRU

    39,78
    -0,25 (-0,62%)
     
  • OURO

    1.916,20
    -13,30 (-0,69%)
     
  • BTC-USD

    12.776,10
    +1.719,09 (+15,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    256,12
    +11,23 (+4,59%)
     
  • S&P500

    3.435,56
    -7,56 (-0,22%)
     
  • DOW JONES

    28.210,82
    -97,97 (-0,35%)
     
  • FTSE

    5.776,50
    -112,72 (-1,91%)
     
  • HANG SENG

    24.742,68
    -11,74 (-0,05%)
     
  • NIKKEI

    23.454,85
    -184,61 (-0,78%)
     
  • NASDAQ

    11.621,00
    -70,25 (-0,60%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6510
    +0,0010 (+0,02%)
     

Algoritmo pervertido? Facebook vê conteúdo sexual em foto de cebolas

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
O algoritmo do Facebook está vendo coisas. (Foto: Getty Images)
O algoritmo do Facebook está vendo coisas. (Foto: Getty Images)

O algoritmo do Facebook impediu a veiculação de um anúncio de uma empresa de venda de sementes do Canadá por considerar que sua imagem era “sexualizada”. Mas a foto em questão era de uma cesta de cebolas.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

O episódio demonstra como mesmo os algoritmos mais avançados de reconhecimento de imagem estão sujeitos a equívocos bem grosseiros.

Leia também

Apesar da piada, a história preocupa, uma vez que essas empresas empregam esses mesmos algoritmos para funções muito mais críticas e importantes, como impedir a disseminação de discurso de ódio.

O fundador da empresa de cebolas acredita que o formato dos vegetais pode ter confundido o algoritmo, que viu nelas a forma de seios de uma mulher. A cor da casca da cebola também lembra a tonalidade da pele humana.

“Espero que um humano de verdade olhe a foto e decida que ela não é sexual de forma alguma”, disse o empreendedor, entrevistado pela rede CBC. “São apenas cebolas!”

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube