Mercado fechado

Alexa vai começar a adivinhar seus desejos com base no que você pede a ela

Patrícia Gnipper
·1 minuto de leitura

A assistente Alexa, da Amazon, já tem mais de 100 mil skills em sua programação, mas é fato que boa parte disso não tem lá muito apelo para a maioria dos usuários, enquanto muitas das skills realmente úteis permanecem desconhecidas por boa parte das pessoas. Pensando em melhorar a adesão das skills da Alexa, a empresa de Jeff Bezos anunciou, nesta semana, que sua assistente está ficando ainda mais esperta e, agora, vai proativamente começar a adivinhar o que o usuário quer ou precisa, tudo com base no que eles procuram quando conversam com a Alexa no dia a dia.

A empresa diz que isso vai ajudar a dar uma forcinha para "os objetivos latentes dos clientes", ou seja, fazer com que a Alexa se antecipe a necessidades que estejam implícitas no que os usuários estão pedindo.

Um exemplo que a Amazon deu foi o seguinte: a pessoa pergunta "quanto tempo se leva para preparar um chá", e a Alexa então responde "cinco minutos", em seguida já dizendo "você gostaria que eu definisse um cronômetro de cinco minutos?". Outro exemplo: o usuário pergunta sobre algum acontecimento histórico, a Alexa responde e, assim que finaliza sua fala, ela já emenda com um "a propósito, posso pesquisar palestras sobre essa história no TED Talk. Quer que eu faça isso?", e então, se você tiver um Echo Show, por exemplo, equipado com display, você já pode assistir ao conteúdo em vídeo imediatamente.

O recurso já começou a ser oferecido nos Estados Unidos em inglês, ainda sem previsão de ser adaptado para o português.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: