Mercado fechará em 6 h 44 min
  • BOVESPA

    102.814,03
    +589,77 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.796,30
    +303,78 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -1,80 (-2,57%)
     
  • OURO

    1.794,40
    +9,20 (+0,52%)
     
  • BTC-USD

    58.305,13
    +1.238,86 (+2,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.478,29
    +49,36 (+3,45%)
     
  • S&P500

    4.655,27
    +60,65 (+1,32%)
     
  • DOW JONES

    35.135,94
    +236,60 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.053,68
    -56,27 (-0,79%)
     
  • HANG SENG

    23.475,26
    -376,98 (-1,58%)
     
  • NIKKEI

    27.821,76
    -462,16 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.306,00
    -84,75 (-0,52%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3526
    +0,0234 (+0,37%)
     

Alemanha ultrapassa 50 mil novos casos de covid pela primeira vez na pandemia

·1 min de leitura

Os números da pandemia vêm apontando um cauteloso otimismo, mas a situação não se estende a todos os lugares: nesta quinta (11), a Alemanha bateu o próprio recorde de novos casos de covid-19 ao ultrapassar a marca dos 50 mil. Até então, o maior número de novos casos da doença no país tinha sido em janeiro: 45.333.

Com o acréscimo desses 50.196 novos casos, a Alemanha atinge 4,89 milhões de casos confirmados. Enquanto isso, o total de mortes aumentou de 235 para 97.198. As informações vêm do Instituto de Vigilância Sanitária Robert Koch, que chegou a relatar um aumento na taxa de incidência de covid-19, de 232 para 249. Essa taxa se refere ao número de novos casos em uma população em um determinado tempo.

(Imagem: twenty20photos/envato)
(Imagem: twenty20photos/envato)

As autoridades pedem que os estabelecimentos verifiquem mais rigorosamente se os clientes foram testados, vacinados ou se recuperaram do vírus. Chegou-se a apresentar, inclusive, um projeto de lei que alteraria a legislação para estender a obrigatoriedade de medidas como uso de máscara e distanciamento social em espaços públicos pelo menos até março de 2022. O projeto de lei deve ser apresentado à Câmara dos Deputados ainda nesta quinta.

Frente à situação, alguns estados investiram em novas restrições para pessoas não vacinadas. Em Berlim, as pessoas que não tomaram vacina simplesmente não terão acesso a restaurantes sem espaços a céu aberto, bares, ginásios ou cabeleireiros, mesmo se apresentarem um teste negativo de covid-19.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos