Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.165,71
    -610,99 (-1,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Alemanha pode não atingir previsão de crescimento do BC neste ano

·1 minuto de leitura
Mulher usando máscara cruza ponte com seu cachorro em Frankfurt, Alemanha

FRANKFURT (Reuters) - O crescimento econômico da Alemanha pode não atingir as projeções neste ano e o ressurgimento da pandemia de coronavírus pode colocar a economia sob uma pressão inesperada durante o outono do Hemisfério Norte, informou o banco central alemão em um relatório mensal divulgado nesta segunda-feira.

A expectativa é de que a maior economia da Europa cresça 3,7% neste ano e 5,2% em 2022, mas as primeiras semanas da recuperação foram mais tímidas do que o projetado e isso provavelmente pesará no resultado do ano todo, disse o banco.

A Alemanha ainda deve ter registrado uma expansão robusta durante os meses de verão do Hemisfério Norte, com serviços se beneficiando da flexibilização das restrições da pandemia conforme o número de infecções diminuía, impulsionando a receita do setor de turismo.

Embora algumas restrições possam ser reintroduzidas no outono caso as infecções continuem aumentando, é improvável que sejam tão rígidas quanto no passado, dado o progresso da Alemanha na vacinação de sua população, acrescentou o Bundesbank.

Mas uma queda no ritmo das vacinações representa um risco e os indicadores de sentimento apontam para uma preocupação maior, já que a Europa enfrenta a variante Delta da Covid-19, que é mais infecciosa.

"A variante Delta e um declínio na dinâmica da vacinação podem levar a medidas de proteção mais rígidas novamente", acrescentou o Bundesbank. "Isso colocaria uma pressão maior sobre a economia no trimestre do outono."

(Por Balazs Koranyi)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos