Mercado fechará em 3 h 8 min
  • BOVESPA

    94.883,47
    -485,29 (-0,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    36.909,66
    -484,05 (-1,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    36,00
    -1,39 (-3,72%)
     
  • OURO

    1.867,00
    -12,20 (-0,65%)
     
  • BTC-USD

    13.394,14
    +230,75 (+1,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    264,05
    +21,37 (+8,81%)
     
  • S&P500

    3.294,03
    +23,00 (+0,70%)
     
  • DOW JONES

    26.548,47
    +28,52 (+0,11%)
     
  • FTSE

    5.599,04
    +16,24 (+0,29%)
     
  • HANG SENG

    24.586,60
    -122,20 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    23.331,94
    -86,57 (-0,37%)
     
  • NASDAQ

    11.302,50
    +169,75 (+1,52%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7348
    +0,0004 (+0,01%)
     

Alemanha planeja montar clínicas temporárias para covid-19 no inverno

·1 minuto de leitura

Objetivo do plano é tirar dos hospitais pacientes com covid-19 ou sintomas típicos de gripe A Alemanha planeja montar clínicas temporárias para testar e tratar casos de covid-19. A medida faz parte de uma estratégia do governo de Angela Merkel para enfrentar o novo coronavírus durante o inverno europeu, quando o número de infecções deve crescer. O objetivo do plano é tirar dos hospitais pacientes com covid-19 ou com sintomas típicos de gripe, segundo explicou nesta segunda-feira o ministro da Saúde, Jens Spahn, ao jornal “Rheinische Post”. “Idealmente, eles deveriam estar acessíveis em todo o país no outono”, disse. Alemanha torna obrigatório uso de máscaras Michael Sohn/AP A estratégia foi anunciada enquanto o país já registra um aumento significativo de casos de covid-19, assim como outras regiões da Europa. Nos últimos dez dias, o Instituto Robert Koch diagnosticou mais 10.735 pessoas com a doença e afirmou que a alta requer um acompanhamento rigoroso. Só no sábado, foram 2.297 novas infecções, o maior número desde abril. Spahn também afirmou que pretende discutir com os governadores alemães uma estratégia de testagem durante o inverno europeu, que incluirá testes rápidos e novos períodos de quarentena para aqueles que retornarem de áreas de risco.