Mercado fechado
  • BOVESPA

    116.375,25
    -1.185,58 (-1,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.728,87
    -597,81 (-1,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    93,20
    +4,75 (+5,37%)
     
  • OURO

    1.701,80
    -19,00 (-1,10%)
     
  • BTC-USD

    19.560,85
    -341,63 (-1,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    445,50
    -9,53 (-2,09%)
     
  • S&P500

    3.639,66
    -104,86 (-2,80%)
     
  • DOW JONES

    29.296,79
    -630,15 (-2,11%)
     
  • FTSE

    6.991,09
    -6,18 (-0,09%)
     
  • HANG SENG

    17.740,05
    -272,10 (-1,51%)
     
  • NIKKEI

    27.116,11
    -195,19 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    11.096,25
    -445,50 (-3,86%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0768
    -0,0367 (-0,72%)
     

Alemanha nacionaliza gigante do gás para evitar falta de energia

(Bloomberg) -- A Alemanha decidiu nacionalizar a Uniper em uma medida histórica para resgatar a principal importadora de gás do país e evitar um colapso do setor de energia na maior economia da Europa.

O governo do Chanceler Olaf Scholz controlará cerca de 99% da concessionária sediada em Dusseldorf depois de injetar 8 bilhões de euros na empresa e comprar a participação majoritária detida pela finlandesa Fortum. O pacote final provavelmente chegará a dezenas de bilhões de euros, incluindo linhas de crédito para manter a empresa operando com os mercados de energia ainda em turbulência.

A Alemanha paga um preço alto por ter aumentado sua dependência da Rússia, que fornecia mais da metade do gás do país antes do presidente Vladimir Putin ordenar a invasão da Ucrânia. Scholz agora conduz uma reforma emergencial do setor, mas as implicações durarão por muitos anos.

“Ninguém quer fingir que está tudo bem”, disse o ministro da Economia Robert Habeck, em coletiva de imprensa em Berlim na quarta-feira. “Mas a determinação e disposição do governo de tomar decisões de longo alcance é uma garantia de que atravessaremos esse período da melhor forma.”

As ações da Uniper despencaram até 39% na quarta-feira, com seu valor de mercado caindo abaixo de 1 bilhão de euros. Livre dos riscos relacionados à concessionária alemã, as ações da Fortum tiveram um salto recorde de 20%.

A nacionalização da Uniper é o maior passo da Alemanha até agora para proteger o país de apagões e racionamento no inverno que se aproxima, e outros provavelmente se seguirão. O governo também está em negociações avançadas para assumir o controle da VNG e da Securing Energy for Europe, a antiga unidade alemã da russa Gazprom.

A Uniper está no epicentro da crise energética na Alemanha. Seus enormes contratos de gás com a Rússia expuseram a empresa aos movimentos do Kremlin para reduzir o fornecimento em retaliação às sanções. A concessionária acumulou 8,5 bilhões de euros em perdas relacionadas ao gás depois que os preços dispararam.

“O acordo de hoje dá clareza sobre a estrutura acionária, nos permite continuar nossos negócios e cumprir nosso papel como fornecedora de energia crítica para o sistema”, disse o CEO Klaus-Dieter Maubach na quarta-feira. “Isso garante o fornecimento de energia para empresas, concessionárias municipais e consumidores.”

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.