Mercado abrirá em 2 h 22 min
  • BOVESPA

    120.700,67
    +405,99 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.514,10
    +184,26 (+0,38%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,57
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.773,60
    +6,80 (+0,38%)
     
  • BTC-USD

    60.721,70
    -2.183,60 (-3,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.351,13
    -29,82 (-2,16%)
     
  • S&P500

    4.170,42
    +45,76 (+1,11%)
     
  • DOW JONES

    34.035,99
    +305,10 (+0,90%)
     
  • FTSE

    7.034,31
    +50,81 (+0,73%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,57 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,68 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    13.995,50
    -18,50 (-0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7262
    +0,0051 (+0,08%)
     

Alemanha impõe obrigatoriedade de testes de covid a passageiros de aviões

·1 minuto de leitura
Aviões da British Airways no aeroporto de Palma de Maiorca, em 21 de janeiro de 2021

A Alemanha vai generalizar a partir de domingo os testes obrigatórios de até 48 horas para viajantes de avião provenientes do exterior, anunciou nesta quinta-feira (25) o governo, preocupado com a avalanche de turistas em Maiorca (Espanha).

“Para que viajantes e companhias aéreas se preparem, a obrigatoriedade do teste para passageiros que chegam de avião do exterior só será aplicada a partir de (domingo) 28 de março, à meia-noite”, disse um porta-voz do ministério.

A medida ainda deve ser confirmada pelo Conselho de Ministros na sexta-feira e terá validade até pelo menos 12 de maio.

Será aplicada "a todos aqueles que desejam entrar na Alemanha por via aérea", disse ele, acrescentando que as tripulações da aeronave não serão afetadas.

Estes testes, por conta dos viajantes e que devem ter menos de 48 horas, serão realizados em centros autorizados ou pela própria companhia aérea. Apenas as pessoas com teste negativo terão direito ao embarque.

No entanto, o governo não esclareceu se deve ser um teste de PCR, cujo resultado é mais confiável, porém mais caro, ou um simples teste de antígeno, cujo resultado é quase imediato, mas menos preciso.

O anúncio não é explícito, mas a medida visa sobretudo o grande número de viajantes alemães que se dirigem à ilha espanhola de Maiorca (Ilhas Baleares).

Destino muito apreciado pelos alemães, a ponto de ser apelidado de "17º estado alemão", Maiorca não é classificada como área de risco há vários dias.

Apesar dos avisos do governo, inclusive da própria chanceler Angela Merkel, os alemães viajam em massa para este destino em muitos voos fretados por companhias aéreas.

mat/dac/ial/age/eg/jc/mvv