Mercado abrirá em 57 mins
  • BOVESPA

    119.564,44
    +1.852,44 (+1,57%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.399,80
    +71,60 (+0,15%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,20
    -0,43 (-0,66%)
     
  • OURO

    1.793,70
    +9,40 (+0,53%)
     
  • BTC-USD

    57.996,64
    +2.837,59 (+5,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.492,11
    +86,80 (+6,18%)
     
  • S&P500

    4.167,59
    +2,93 (+0,07%)
     
  • DOW JONES

    34.230,34
    +97,34 (+0,29%)
     
  • FTSE

    7.044,99
    +5,69 (+0,08%)
     
  • HANG SENG

    28.637,46
    +219,46 (+0,77%)
     
  • NIKKEI

    29.331,37
    +518,77 (+1,80%)
     
  • NASDAQ

    13.511,00
    +20,00 (+0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4543
    +0,0274 (+0,43%)
     

Alemanha e França apoiam criação de imposto de 21% para empresas

·1 minuto de leitura
O ministro da Economia da França, Bruno Le Maire

Alemanha e França expressaram apoio ao pedido dos Estados Unidos de criação de um imposto corporativo global de pelo menos 21%, declararam os ministros das duas principais economias da zona do euro.

"As pessoas estão cansadas de que as grandes empresas não paguem a parte correspondente dos impostos", disse o ministro francês da Economia, Bruno Le Maire, à revista alemã Die Zeit.

A França propôs uma taxa de 12,5%, mas se a sugestão de Washington "for o resultado de negociações, então também aceitaríamos", completou.

O ministro das Finanças da Alemanha, Olaf Scholz, afirmou na entrevista conjunta que não tem nada contra a proposta apresentada pela secretária americana do Tesouro, Janet Yellen.

A iniciativa tem como objetivo acabar com a concorrência de impostos reduzidos entre países para atrair empresas e o uso de paraísos fiscais por parte das multinacionais.

A ideia é promovida pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômicos (OCDE), mas a sugestão do governo dos Estados Unidos deu um novo estímulo.

Olaf Scholz destacou que "agora existe o impulso adequado para chegar a um acordo no verão" (hemisfério norte, inverno no Brasil).

hmn/tjc/zm/fp