Mercado abrirá em 2 h 30 min
  • BOVESPA

    112.611,65
    +1.322,47 (+1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,02
    -571,03 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,88
    +0,27 (+0,31%)
     
  • OURO

    1.791,20
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    36.710,11
    +172,65 (+0,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    832,58
    +13,08 (+1,60%)
     
  • S&P500

    4.326,51
    -23,42 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.160,78
    -7,31 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.502,51
    -51,80 (-0,69%)
     
  • HANG SENG

    23.550,08
    -256,92 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    26.717,34
    +547,04 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    14.090,00
    +103,25 (+0,74%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0458
    +0,0218 (+0,36%)
     

Alemanha cogita tornar vacinação anticovid obrigatória para toda a população

·1 min de leitura

Até alguns meses atrás, essa possibilidade era descartada, mas a obrigatoriedade da vacina anticovid parece ter entrado de vez na agenda do futuro governo alemão. O principal motivo é o aumento vertiginoso de novos casos da doença no país, uma nova fase da pandemia que pode se agravar com a chegada da variante ômicron.

O futuro chanceler alemão, Olaf Scholz, anunciou na terça-feira (30) que um projeto de lei sobre a obrigatoridade da vacina anticovid será proposto ao Parlamento antes do fim do ano. Com essa mudança de posição, o governo espera convencer o máximo de cidadãos a se imunizar antes que a vacinação se torne imperativa.

"Muitas pessoas ainda não se vacinaram", afirmou Scholz ao canal Bild TV. Segundo ele, tornar a imunização obrigatória serve para "a proteção de todos".

A obrigatoriedade da vacina anticovid foi recentemente aprovada para profissionais de saúde e militares, e deve entrar em vigor em breve. Caso o novo projeto de lei seja adotado pelo Parlamento alemão até o final deste ano, a medida poderá valer para todos a partir de fevereiro ou março de 2022.

Até agora, a Alemanha descartou dar este passo, temendo que a imposição irritasse ainda mais a parcela da população resistente a restrições contra a pandemia. No entanto, o exemplo da vizinha Áustria, que recentemente determinou a imunização a todos os cidadãos aptos a partir de fevereiro de 2022, voltou a trazer o debate à tona.

Situação dramática


Leia mais

Leia também:
Explosão de casos de Covid na Alemanha leva Munique a cancelar tradicional feira de Natal
Covid-19: diante de superlotação de hospitais, Alemanha transfere paciente à Itália
Em meio a violenta onda de coronavírus, Alemanha chega a 100 mil mortos por Covid-19

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos