Mercado fechado

Alemanha autoriza viagens para países europeus

Valor

Alertas serão substituídos por “recomendações” conforme a situação de cada país O governo da Alemanha anunciou nesta quarta-feira que decidiu autorizar viagens para 29 países europeus a partir do próximo dia 15 de junho.

Segundo o ministro das Relações Exteriores, Heiko Maas, os alertas contra viagens ao exterior, em vigor desde o início da pandemia de covid-19, serão substituídos por “recomendações”, conforme a situação de cada país. Nos próximos dias, o governo publicará um guia com sugestões de medidas de proteção para os turistas alemães.

A medida vale todos os países da União Europeia (UE), com exceção da Espanha, além de Reino Unido, Islândia, Suíça e Liechtenstein. Para a Noruega, as restrições também devem durar um pouco mais.

A decisão de manter Noruega e Espanha de fora do grupo inicial, segundo Maas, ocorreu porque os dois países mantêm restrições à entrada de turistas até 15 de junho e já sinalizaram que vão prorrogar os bloqueios por mais tempo. Após o fim das restrições, os alertas para ambos também devem ser retirados.

Os alertas contra viagens para países de fora da Europa continuam em vigor.

Ao anunciar a mudança, Maas afirmou que, embora as restrições estejam sendo retiradas, a decisão do governo não é um “convite” para que os alemães viajem ao exterior.

O ministro, inclusive, sugeriu que o governo pode desaconselhar viagens para alguns dos países beneficiados pela medida anunciada hoje. Este deve ser o caso do Reino Unido, até que os britânicos revertam a decisão de obrigar turistas a ficar em quarentena obrigatória de 14 dias.

Passageira passa por teste de temperatura em aeroporto

Akos Stiller/Bloomberg