Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.890,85
    +361,88 (+0,75%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,41
    -1,26 (-2,01%)
     
  • OURO

    1.793,20
    +14,80 (+0,83%)
     
  • BTC-USD

    55.537,05
    +166,38 (+0,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.280,38
    +17,42 (+1,38%)
     
  • S&P500

    4.160,51
    +25,57 (+0,62%)
     
  • DOW JONES

    34.061,36
    +240,06 (+0,71%)
     
  • FTSE

    6.895,29
    +35,42 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.621,92
    -513,81 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    28.508,55
    -591,83 (-2,03%)
     
  • NASDAQ

    13.864,25
    +70,00 (+0,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7007
    -0,0018 (-0,03%)
     

Alegando motivos familiares, Thierry Henry não é mais técnico do Montreal Impact, da MLS

LANCE!
·1 minuto de leitura


O ex-jogador e ídolo do Arsenal Thierry Henry comunicou oficialmente nesta quinta-feira sua saída do comando do Montreal Impact - equipe canadense que disputa a MLS. Por meio de suas redes sociais, Henry alegou que pediu demissão por motivos familiares e, principalmente, pela distância dos filhos em um cenário de pandemia.

- É com o coração pesado que eu tomei essa decisão. O último ano foi extremamente difícil para mim, pessoalmente. Por causa da pandemia, não consegui ver os meus filhos. Infelizmente, devido às restrições e o fato de que teremos de nos realocar novamente nos Estados Unidos, por meses. Essa separação é demais para mim e minhas crianças. Por isso, com muita tristeza, decidi voltar a Londres e deixar o Montreal - disse o treinador, em uma publicação.

Em novembro de 2019, o francês voltou a MLS para assinar um contrato de duas temporadas com o Montreal Impact. Vale lembrar que, no final da carreira como jogador, o ex-atacante defendeu o New York RB por cinco temporadas.

Comandando a equipe canadense, Henry chegou aos playoffs da MLS - algo que não acontecia desde 2016. Além disso, o Montreal Impact também conseguiu alcançar as quartas de final da Champions League da Confederação da América do Norte, América Central e Caribe (Concacaf).

Ao todo, o treinador dirigiu a equipe em 29 partidas, com um desempenho de nove vitórias, quatro empates e 16 derrotas.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.