Mercado fechará em 6 h 58 min
  • BOVESPA

    106.858,87
    +1.789,18 (+1,70%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.605,56
    +8,27 (+0,02%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,81
    +2,32 (+3,34%)
     
  • OURO

    1.783,70
    +4,20 (+0,24%)
     
  • BTC-USD

    51.563,75
    +3.009,97 (+6,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.332,79
    +72,64 (+5,76%)
     
  • S&P500

    4.591,67
    +53,24 (+1,17%)
     
  • DOW JONES

    35.227,03
    +646,95 (+1,87%)
     
  • FTSE

    7.320,98
    +88,70 (+1,23%)
     
  • HANG SENG

    23.983,66
    +634,28 (+2,72%)
     
  • NIKKEI

    28.455,60
    +528,23 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    16.139,75
    +297,00 (+1,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4029
    -0,0207 (-0,32%)
     

Alec Baldwin decide cancelar outros projetos após morte em set de filmagem

·3 min de leitura
O ator Alec Baldwin na estreia de
O ator Alec Baldwin na estreia de "O Poderoso Chefinho 2", em Nova York. Foto: Angela Weiss/AFP/Getty Images

Resumo da notícia

  • Alec Baldwin cancelou projetos após morte acidental de Halyna Hutchins

  • Diretora de fotografia foi atingida por tiro disparado pelo ator no set do filme "Rust"

  • Segundo a "People", ele quer um tempo longe dos olhos do público

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ator Alec Baldwin, 63, decidiu cancelar alguns projetos e ficar longe do olhar do público após o acidente no set de filmagem de "Rust", que resultou na morte da cinegrafista Halyna Hutchins, 42, na última quinta-feira (21). A afirmação é de pessoas próximas ao ator à revista "People". 

Segundo a publicação, ele está procurando tirar algum tempo para si mesmo e se centrar novamente. "Isso foi muito devastador. É assim que ele lida com os tempos difíceis. Sempre que algo ruim acontece, no curto prazo, ele se afasta [dos] olhos do público", afirmou uma fonte sem citar os projetos cancelados.

Leia também:

Baldwin fez um disparo com uma arma cenográfica durante a gravação do filme, sem saber que havia munição real no revólver. Ele acabou ferindo Hutchins e o diretor do longa, Joel Souza. A diretora de fotografia foi socorrida, mas não resistiu ao ferimento na região do abdômen. Souza já recebeu alta.  

Ainda de acordo com a revista People, Baldwin ficou "histérico e absolutamente inconsolável por horas" após o tiroteio. "Todo mundo sabe que foi um acidente, mas ele está absolutamente arrasado", afirmou uma pessoa próxima a ele. No Twitter, na última sexta (22), ele disse que estava com o coração partido.

Souza se pronunciou pela primeira vez sobre o acidente neste sábado (23) e afirmou que está destruído pela perda da colega Halyna Hutchins. "Ela era gentil, vibrante, incrivelmente talentosa, lutou por cada centímetro do que conquistou e sempre me motivava a ser melhor", afirmou ele em um comunicado. 

O diretor do longa não deu detalhes sobre o acidente ou seus ferimentos, mas disse que ficou "humilde e grato pelas mensagens de afeição que temos recebido da indústria cinematográfica, do povo de Santa Fé e de centenas de desconhecidos que entraram em contato conosco". 

Entenda o caso 

Um tiro disparado no set de filmagens do filme "Rust", estrelado por Alec Baldwin, deixou a diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, morta e o diretor Joel Souza, 48, ferido, no Bonanza Creek Ranch, em Santa Fé, Novo México, nos Estados Unidos, no dia 21 de outubro. 

O próprio ator disparou a arma cenográfica, que deveria estar com festim, não com munição de verdade. "Estamos tentando determinar agora como e que tipo de projétil foi usado na arma de fogo", disse Juan Rios, porta-voz do Gabinete do Xerife do Condado de Santa Fé. 

Baldwin foi interrogado e estava chorando, segundo o Santa Fe New Mexican, mas ninguém foi preso pelo acidente. Segundo apuração, a arma foi entregue ao ator pelo diretor assistente Dave Halls, que não sabia que ela tinha munição de verdade e confirmou isso no set gritando "arma fria". 

Mas, segundo o sindicato de Hollywood, a arma continha munição real. "Uma munição verdadeira foi acidentalmente disparada no set pelo ator principal, atingindo a diretora de fotografia Halyna Hutchins, integrante da Local 600, e o diretor Joel Souza", disse uma filial local do sindicato IATSE (Aliança Internacional de Funcionários de Palco Teatral, na sigla em inglês). 

Horas antes do disparo, um grupo de operadores de câmeras deixou o set de "Rust" em uma praia próxima à cidade de Santa Fé em protesto às condições de trabalho. Baixo orçamento, longas viagens e jornadas de trabalho foram algumas das reclamações, segundo o jornal Los Angeles Times. 

Em suas redes sociais, Alec Baldwin falou sobre o choque e tristeza causados pelo acidente, e disse estar em contato com a família da colega. "Eu estou cooperando com a investigação policial para descobrir como essa tragédia aconteceu", escreveu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos