Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.877,70
    -53,10 (-2,75%)
     
  • BTC-USD

    23.324,77
    -97,75 (-0,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

Alckmin diz que Haddad teve sensibilidade ao tirar IPI do pacote e agrada industriais

***ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF,  BRASIL,  04-01-2023,  O vice presidente Geraldo Alckmin. A ministra do Meio Ambiente Marina Silva durante sua cerimônia de posse, no Palácio do Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, BRASIL, 04-01-2023, O vice presidente Geraldo Alckmin. A ministra do Meio Ambiente Marina Silva durante sua cerimônia de posse, no Palácio do Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O vice-presidente e ministro da Indústria, Geraldo Alckmin, agradou industriais em reunião na Fiesp nesta segunda-feira (16) ao afirmar que o governo pretende acabar com o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) na reforma tributária e que se chegou a considerar a revogação do corte de 35% do tributo no pacote de medidas da semana passada, mas depois desistiram.

"Excluímos [do pacote econômico] a questão do IPI. É óbvio que quando você tem um déficit fiscal é dever procurar zerá-lo, você tem de procurar recurso. Tinha uma possibilidade de ser cancelada a redução de 35% do IPI e nós conseguimos retirar da proposta. A próxima meta é acabar com o IPI na reforma tributária", disse Alckmin, que foi aplaudido diversas vezes durante a reunião.

Segundo Alckmin, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, teve "sensibilidade" ao escantear a revogação de um imposto com "valor expressivo".

Alckmin não deu detalhes de como o governo vai viabilizar um projeto no Congresso, mas disse que a equipe econômica pode aproveitar duas PECs (Proposta de Emenda à Constituição) que já estão em tramitação para aperfeiçoar um novo texto. Ele afirmou que a discussão "está madura".