Mercado fechado

Alô? Elon Musk? Com antigo número do executivo, mulher recebe ligações bizarras

Felipe Demartini

Quando se fala em Elon Musk, a maioria das histórias sempre acompanham um certo grau de excentricidade. Este é mais um exemplo disso, pois uma norte-americana consultora de cosméticos e aspirante a atriz tem recebido ligações destinadas ao empresário em seu número pessoal, com propostas de negócio, ideias malucas de empreendimentos e até comentários de personalidades sobre os veículos da Tesla. O motivo? Ela “herdou” um antigo número que pertencia a ele.

Foi assim, inclusive, que o site NPR chegou à história. Tentando contato com Musk, o jornalista Bobby Allyn acabou telefonando para Lyndsay Tucker, de 25 anos, que mora em San José, na Califórnia. Segundo ela, o fluxo de ligações por engano começou há alguns anos, quando ela adquiriu a linha que usa para trabalhar e se comunicar com familiares e amigos. Ela disse que nem sabia quem era Elon Musk quando começou a receber as ligações e contatos que deveriam ser para ele.

Consultora de cosméticos e aspirante a atriz, Lyndsay Tucker herdou o antigo número do executivo e vive recebendo ligações atrás dele (Foto: NPR/Jessica Chou)

De acordo com ela, são pelo menos três ligações ou mensagens diárias por engano, um número que aumenta exponencialmente quando Musk gera algum tipo de polêmica ou acaba envolvido em escândalos. Entre os contatos mais bizarros estão o recebimento de projetos para construção de membros biônicos, uma oferta de compra de 1.000 caminhões elétricos e o pedido de uma mulher que se voluntariava para ir ao espaço em um foguete de testes da SpaceX.

O engano também levou a situações sobre as quais Musk deveria estar sabendo. Tucker diz, certa vez, ter recebido contatos da Receita Federal dos Estados Unidos sobre questões tributárias ligadas a ele e uma mensagem de John Lasseter, diretor de criação da Pixar e um dos principais executivos da Disney, elogiando seu Tesla recém-comprado. Por uma coincidência do destino, a consultora frequentava a mesma universidade que o filho do criador, o que permitiu a ela ser discreta ao alertar sobre o fato.

Mensagens recebidas por engano por Tucker incluem propostas comerciais, elogios de personalidades e conversas meio malucas, endereçadas a Elon Musk (Imagem: Reprodução/Felipe Demartini)

O motivo para tudo isso é até simples. De acordo com a NPR, o número é antigo e aparece listado em documentos e escrituras assinadas por Musk há anos, incluindo uma mansão em Palo Alto, na Califórnia. Quando foi cancelada pelo empresário, a linha acabou chegando aleatoriamente às mãos de Tucker, um processo comum realizado por qualquer operadora de telefonia. O problema é que o telefone aparece listado em diversos sites que trazem os contatos de celebridades — a maioria, inclusive, não pertence mais a elas por esse exato motivo.

Quando comunicado sobre tudo isso, Musk se mostrou impressionado com o fato de seu antigo número, de muitos anos atrás, ainda estar circulando por aí. Ele disse desconhecer a história de Tucker, mas não respondeu a uma segunda pergunta feita pela reportagem, sobre o fato de muita gente dizer à consultora ter recebido aquele telefone do próprio dono da Tesla, solidificando uma ideia de que ele estaria passando contatos antigos como forma de dispensar gentilmente algumas pessoas.

Tucker disse ter tomado uma medida proativa, principalmente pelo fato de não desejar se desfazer do número, pois ele está impresso em cartões de visita, currículos e outros contatos profissionais que espalhou por aí. Em vez disso, ela tenta avisar às pessoas que o telefone não pertence mais a Musk, chegando até mesmo a entender as polêmicas nas quais o empresário se envolve para compreender as mensagens que recebe. A quem ela não respondeu, pede desculpas, pois nos dias mais cheios, ela alega ser difícil fazer isso.

Fonte: Canaltech