Mercado fechado

Além da Netflix | 10 serviços de streaming diferentes para você conhecer

Beatriz Vaccari
·8 minutos de leitura

Cansado da programação da Netflix e do Prime Video, ou de comprar ou alugar títulos no iTunes e Play Store? As plataformas de streaming mais populares não são as únicas existentes no mercado atualmente e muitas pessoas nem sabem dessas outras alternativas. Até agora.

Algumas plataformas oferecem os dois serviços, compra/aluguel e streaming, outras acumulam filmes completos existentes no YouTube, e algumas armazenam compilados de filmes clássicos e documentários que não são encontrados tão facilmente. Um desses serviços, inclusive, preza pela inclusão social, contando com opções de títulos que são produzidos ou representados com pelo menos uma pessoa negra.

Curioso para conhecer alternativas à Netflix, Prime Video e afins? Separamos 10 delas abaixo. Veja:

10. MUBI

MUBI (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)
MUBI (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)

O MUBI é uma plataforma de streaming direcionada aos fãs do cinema cult. Sem anúncios, o serviço apresenta uma seleção de filmes escolhidos a dedo num catálogo que é repaginado diariamente com títulos premiados ao redor do mundo.

Nele, é possível transmitir ou realizar o download de filmes a qualquer momento e em qualquer tela. O serviço tem compatibilidade com Fire TV, Apple TV, LG e Samsung Smart TVs e também nos mobile devices incluindo iPad, iPhone e Android.

O valor da assinatura mensal é de R$27,90, porém novos usuários podem desfrutar de 30 dias gratuitos para curtirem a plataforma por meio de uma ação do MUBI Diálogos, que está trazendo grandes nomes do cinema cult para bate-papos nas redes sociais do serviço.

9. Spcine Play

SP Cine Play (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)
SP Cine Play (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)

O Spcine Play é a melhor escolha para quem deseja consumir grandes títulos do cinema nacional. A plataforma é um projeto que surgiu de uma parceria entre a Prefeitura de São Paulo e a própria Spcine, empresa de cinema e audiovisual de São Paulo.

Os títulos do catálogo são divididos em três categorias: Novidades, com lançamentos e obras premiadas vindas diretamente dos principais Festivais de Cinema do Brasil; Originais, que são conteúdos exclusivos de espetáculos, shows, entrevistas e eventos culturais que agitam a cidade de São Paulo; e Catálogo, que reúne o melhor da cinematografia brasileira, incluindo clássicos que ajudam a contar a história do país. A plataforma ainda conta com curta-metragens, animações, conteúdos infantis e documentários.

O Spcine Play não cobra uma assinatura, mas o pagamento é feito por aluguel de filme a partir de R$ 3,90 cada título. Porém, como anunciado pela Spcine anteriormente, até dezembro de 2020 todo o catálogo estará disponível gratuitamente por conta da pandemia de COVID-19.

8. Belas Artes à La Carte

Belas Artes à La Carte (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)
Belas Artes à La Carte (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)

O Cinema Belas Artes, atualmente intitulado Petra Belas Artes, é um dos principais pontos culturais da cidade de São Paulo. Em outubro de 2019, o local anunciou o lançamento do Belas Artes à La Carte, plataforma de streaming de filmes cult feita em parceria com o Looke, que fica responsável pela hospedagem dos títulos.

O acervo conta uma curadoria pensada no fã de cinema cult, clássico e independente, além de oferecer uma lista com as principais novidades da semana.

O assinante pode optar pelo plano mensal de R$ 9,90 ou pelo plano anual, de R$108,90 com o desconto de um mês. Também é possível alugar os títulos individualmente. O serviço é compatível com Apple TV, Smart TVs com sistema operacional Android, Chromecast e dispositivos móveis.

7. LGBTFlix

LGBTFlix (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)
LGBTFlix (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)

Criado pelo coletivo #VoteLGBT, o LGBTFlix é um catálogo de filmes com temática LGBT que foi pensado justamente para dar mais opções de entretenimento às pessoas LGBT. A galeria apresenta produções brasileiras e é mais focada em curta-metragens, dando opção ao usuário de filtrar o tipo de filme que deseja assistir entre as quatro letras da sigla LGBT+, ou também navegar nos assuntos família, gênero, raça, religião e sexo.

Atualmente, o LGBTFlix conta com 250 títulos, todos produzidos por diretores do movimento, que podem ser consumidos gratuitamente sem necessidade de criar um cadastro ou pagar alguma taxa.

6. Starzplay

Starzplay (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)
Starzplay (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)

O Starzplay começou a ganhar mais atenção do público brasileiro em 2020, embora estivesse disponível no país desde 2019. O serviço é propriedade da Lionsgate e se destaca por ter títulos bem interessantes em seu catálogo, além de sagas de sucesso e séries premiadas.

O acervo conta com produções indicadas e premiadas no Emmy, como The Act, Ramy, The Great e Normal People, além de franquias que reúnem diversos fãs ao redor do mundo, como Jogos Vorazes, Divergente e O Espetacular Homem-Aranha. O catálogo também conta com séries exclusivas da empresa, intitulada STARZ Originals.

Recentemente, foi anunciado que o Starzplay faz parte do Amazon Channels, ou seja, por R$ 14,90 ao mês, o usuário ganha acesso aos títulos da plataforma, além da assinatura do Amazon Prime, sem a necessidade de criar outro cadastro ou baixar outro app.

5. Oldflix

Oldflix (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)
Oldflix (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)

O Oldflix é focado nos fãs de filmes e séries antigas, com um catálogo recheado de títulos clássicos a fim de agradar todo amante do cinema retrô. A interface é de fácil navegação e é possível conferir todos os títulos disponíveis mesmo antes de realizar qualquer pagamento.

O catálogo também conta com produções premiadas da década de 1990 e início dos anos 2000 e títulos antigos que fazem sucesso até hoje, como A Vida é Bela, Halloween - O Início, O Poderoso Chefão, as franquias Rocky e 007 e séries como A Feticeira e Lost.

O serviço possui compatibilidade com PC (Mac, Windows e Linux), Smartphone, Tablet, Chromecast, Xbox One (através do navegador EDGE), PlayStation 4 (através do navegador Web), Android TV, Fire TV e Fire TV Stick. A assinatura custa a partir de R$ 12,90 por mês e pode ser feita por boleto bancário ou cartão de crédito.

4. Darkflix

Darkflix (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)
Darkflix (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)

Se você é fã de filmes de terror, o Darkflix é a sua melhor pedida. O serviço de streaming brasileiro chegou com tudo em maio de 2019 para bater de frente com a Netflix, e não é só por conta do trocadilho no nome.

Diversas vezes a Netflix foi criticada pelo acervo fraco de filmes de terror, enquanto o Darkflix possui um catálogo que engloba o melhor do horror, fantasia e ficção científica, além de produções contemporâneas e aclamadas séries dos gêneros produzidas para a televisão.

O serviço possui compatibilidade com Chromecast, Android TV, Apple TV, dispositivos móveis com sistemas operacionais iOS e Android, além de navegadores web. O Darkflix possui um plano único, com preço de R$ 9,90 por mês, com pagamento por cartão de crédito ou boleto bancário.

3. UOL Play

Watch Brasil (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)
Watch Brasil (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)

O UOL Play é uma plataforma de streaming que chegou em abril de 2020 em parceria com a Watch Brasil. Por isso, o serviço engloba títulos de diversos estúdios, como MTV, Comedy Central, Sony Pictures, NBC, Paramount, Warner Bros, entre outros.

Os grandes destaques da plataforma são as séries The Office e For Life e filmes imperdíveis como Forrest Gump, Whiplash, Em Busca da Felicidade, Mulher-Maravilha entre muitas outras franquias.

Os planos variam de acordo com a quantidade de serviços que o assinante desejar, podendo ter somente conteúdo sob demanda ou adicionar a programação ao vivo. O mais barato custa R$15,90 por mês, enquanto o combo família fica por R$54,90. Todos os planos possuem 4 telas simultâneas, criação de até 4 perfis e 7 dias grátis para testar o produto.

2. Crunchyroll

Crunchyroll (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)
Crunchyroll (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)

O Crunchyroll é um serviço de streaming feito especialmente para os fãs de animes. Apesar de ser quase tão antiga quanto a própria Netflix, é pouco conhecida justamente por ser focada num público muito específico. Seu catálogo é enorme e conta com títulos de muito sucesso por conta da parceria feita com diversas produtoras, oferecendo aos assinantes Dragon Ball, Naruto, One Piece, My Hero Academia entre outros.

O acesso aos conteúdos varia de acordo com o plano escolhido pelo usuário. É possível navegar pela plataforma sem pagar nada, porém, ao contrário dos assinantes pagos que podem assistir a episódios uma hora depois do lançamento no Japão, quem optar pela alternativa gratuita terá de esperar uma semana, além de assistir a anúncios antes da reprodução dos animes. Os mangás também são restritos aos assinantes pagos, além de algumas séries mais procuradas.

Os planos variam entre R$25 e R$35 por mês, com a possibilidade de assistir aos conteúdos offline e em até 4 telas simultâneas. Também é possível optar pelo plano anual, pagando R$315 de uma vez só. As três opções contam com 14 dias de teste grátis.

1. Afroflix

Afroflix (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)
Afroflix (Imagem: Captura de Tela / Canaltech)

O Afroflix é uma plataforma colaborativa que reúne todo e qualquer tipo de conteúdo que tenha pelo menos uma pessoa negra na área de atuação técnica ou artística. Ou seja, longa ou curta-metragens, documentários, animações, séries, vlogs, videoclipes que sejam produzidos, escritos, dirigidos ou estrelados por pessoas negras.

Inicialmente, o serviço está contando apenas com conteúdos brasileiros. Todos os títulos estão disponíveis para o público de forma gratuita.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: