Mercado fechará em 1 h
  • BOVESPA

    113.207,61
    +443,35 (+0,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.870,09
    +16,72 (+0,03%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,49
    -2,60 (-2,82%)
     
  • OURO

    1.793,60
    -21,90 (-1,21%)
     
  • BTC-USD

    24.118,31
    -174,85 (-0,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    572,56
    -18,20 (-3,08%)
     
  • S&P500

    4.298,30
    +18,15 (+0,42%)
     
  • DOW JONES

    33.926,53
    +165,48 (+0,49%)
     
  • FTSE

    7.509,15
    +8,26 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    20.040,86
    -134,76 (-0,67%)
     
  • NIKKEI

    28.871,78
    +324,80 (+1,14%)
     
  • NASDAQ

    13.677,00
    +99,25 (+0,73%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1785
    -0,0250 (-0,48%)
     

Airbnb proíbe festas e eventos em acomodações

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - O Airbnb anunciou nesta terça (28) que festas e eventos estão permanentemente proibidos em acomodações listadas na plataforma. Até então, a restrição tinha caráter temporário, instituída em agosto de 2020 para conter o avanço da pandemia de Covid-19.

"Com o tempo, o banimento de festas se tornou muito mais do que uma medida de saúde pública. Ele se tornou uma política de base da comunidade para apoiar nossos anfitriões e seus vizinhos", afirmou a empresa em comunicado.

Segundo o Airbnb, denúncias de perturbações decorrentes de festas diminuíram 44% desde a instauração da medida. Em 2021, mais de 6.600 usuários tiveram suas contas suspensas por tentativa de violar a proibição.

O Airbnb conta com o Canal de Apoio ao Vizinho, que pode ser utilizado para denúncias de festas e irregularidades à plataforma.

Além disso, o limite de 16 hóspedes por acomodação --também decorrente da pandemia-- será removido nos próximos meses. A empresa afirmou que há locais que, por definição, são capazes de receber confortavelmente e com segurança mais de 16 pessoas.

"A remoção deste limite contribui para permitir que esses anfitriões recebam um número maior de hóspedes, de acordo com o limite permitido na acomodação, utilizando a casa de forma responsável, ao mesmo tempo em que cumprem a proibição de festas", explicou a plataforma.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos