Mercado fechado
  • BOVESPA

    126.285,59
    +1.673,56 (+1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.344,11
    +433,58 (+0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,40
    +0,01 (+0,01%)
     
  • OURO

    1.807,90
    +8,20 (+0,46%)
     
  • BTC-USD

    39.913,31
    +671,05 (+1,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    935,05
    +5,12 (+0,55%)
     
  • S&P500

    4.400,64
    -0,82 (-0,02%)
     
  • DOW JONES

    34.930,93
    -127,59 (-0,36%)
     
  • FTSE

    7.016,63
    +20,55 (+0,29%)
     
  • HANG SENG

    25.473,88
    +387,45 (+1,54%)
     
  • NIKKEI

    27.581,66
    0,00 (0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.989,00
    -22,50 (-0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0668
    +0,0083 (+0,14%)
     

Ainda não há data para reabrir viagens aos EUA, diz secretário

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O secretário de Transporte dos Estados Unidos, Pete Buttigieg, disse que o governo Biden ainda não está pronto para suspender as restrições às viagens internacionais ao país, mesmo quando destaca os números positivos no combate à Covid-19 em outras áreas, como em viagens domésticas.

“Infelizmente, isso não pode ser baseado em uma data arbitrária, tem que ser baseado em condições”, disse Buttigieg em entrevista na quinta-feira à Bloomberg Television, observando que os EUA têm grupos de trabalho com o Reino Unido, União Europeia, Canadá e México para determinar quando será apropriado suspender as proibições.

“Muito disso é baseado no que está acontecendo com o progresso das vacinas”, disse Buttigieg. “Vemos boas e más notícias em termos de variantes. Em um momento, lemos sobre uma variante ao redor do mundo, depois, ela se torna a cepa dominante nos Estados Unidos.”

No final de junho, alguns países da UE permitiram novamente a entrada de turistas americanos vacinados ou que atendessem a outras condições, como teste negativo para a Covid-19. O Reino Unido também tem planos de permitir que viajantes dos EUA e de outros países classificados com risco médio entrem sem quarentena se forem imunizados.

Até agora, os EUA não adotaram medidas recíprocas e, com a propagação da variante delta trazendo mais risco, não está claro se o governo Biden agirá antes que a temporada de viagens de verão termine.

Buttigieg reconheceu que os protocolos de viagens dos EUA projetados para evitar a disseminação da Covid-19 são “imperfeitos”.

“Estamos lidando com uma estrutura baseada em cada país para avaliar o risco quando, em um mundo perfeito, saberíamos todas as informações de que precisamos para uma estrutura baseada no viajante”, disse. “Podemos avançar um pouco nessa direção. Isso é mais refinado e, em última análise, mais preciso do ponto de vista da avaliação do risco.”

No entanto, acrescentou Buttigieg, os EUA não “têm o kit de ferramentas” para fazer isso atualmente e continuarão a seguir a estratégia indicada pelas autoridades de saúde pública, sob a orientação do Departamento de Segurança Interna, dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças e do Departamento de Transporte “para reabrir as viagens o mais rápido que pudermos com responsabilidade”.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos