AIE diz que crise dos reféns afetará produção argelina

Paris, 18 jan (EFE).- A Agência Internacional da Energia (AIE) disse nesta quinta-feira que a crise dos reféns em um campo de gás no sul da Argélia terá consequências negativas sobre o setor energético desse país.

"O sequestro e assassinato de trabalhadores estrangeiros do setor energético em In Amenas no dia 16 criou uma nuvem escura sobre as previsões para o setor energético do país", indicou a AIE no trecho dedicado à Argélia em seu relatório mensal sobre o mercado do petróleo.

"A produção na plataforma parou" por causa do incidente, precisou a AIE em seu relatório, no qual lembrou que os terroristas islâmicos que assaltaram as instalações disseram que era uma vingança pela intervenção militar francesa no Mali.

Em relação a dezembro, a AIE indicou que a produção de petróleo na Argélia se manteve constante, com 1,18 milhões de barris por dia. EFE

jaf/tr

Carregando...