Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +413,26 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,39 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.777,30
    +10,50 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    60.973,69
    -805,16 (-1,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,68 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,57 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,68 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6943
    -0,0268 (-0,40%)
     

Agroconsult vê queda na produção de etanol do CS e possível alta no consumo em 21/22

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A produção de etanol do centro-sul do Brasil foi estimada em 28,1 bilhões de litros em 2021/22, ante 30 bilhões de litros na temporada anterior, apontou nesta quarta-feira a Agroconsult, citando entre os motivos da queda períodos de seca que resultarão em moagem menor de cana-de-açúcar na temporada que começa oficialmente em abril.

De outro lado, a consultoria avalia que o consumo de etanol do país deverá crescer para 88 milhões de litros ao dia em 2021/22, ante 85 milhões em 2020/21, disse o analista da Agroconsult Fabio Meneghin durante evento online, ponderando que a demanda pelo combustível dependerá da evolução dos efeitos da pandemia.

Já a moagem de cana do centro-sul, principal região produtora da cultura do país, foi estimada em 585 milhões de toneladas em 2021/22, ante 605 milhões no ciclo anterior.

Isso resultará também em uma produção de açúcar do centro-sul menor, estimada em 35,8 milhões de toneladas em 2021/22, versus 38,4 milhões no ciclo anterior.

Com isso, a exportação de açúcar do centro-sul do Brasil em 2021/22 deverá atingir 26,5 milhões de toneladas, ante 29,5 milhões na temporada que está se encerrando.

(Por Roberto Samora)