Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.202,23
    +2.512,05 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.342,54
    +338,35 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,28
    +2,45 (+3,84%)
     
  • OURO

    1.698,20
    -2,50 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    49.640,62
    +912,56 (+1,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    982,93
    +39,75 (+4,21%)
     
  • S&P500

    3.841,94
    +73,47 (+1,95%)
     
  • DOW JONES

    31.496,30
    +572,16 (+1,85%)
     
  • FTSE

    6.630,52
    -20,36 (-0,31%)
     
  • HANG SENG

    29.098,29
    -138,51 (-0,47%)
     
  • NIKKEI

    28.864,32
    -65,78 (-0,23%)
     
  • NASDAQ

    12.652,50
    +197,50 (+1,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7780
    -0,0079 (-0,12%)
     

Agora você pode rodar Linux em seu Mac mini com chip M1

Ramon de Souza
·2 minuto de leitura

Você se lembra da Corellium? A startup ficou sob os holofotes recentemente após irritar a Apple comercializando emulações perfeitas do sistema operacional iOS para fins de desenvolvimento e testes de segurança — a Maçã chegou a entrar com um processo judicial, mas perdeu a batalha no comecinho deste mês. Agora, a empresa parece ter encontrado outra forma de “debochar” da marca: instalando Linux no Mac mini M1.

Usando seu próprio perfil no Twitter, Chris Wade, CTO da Corellium, afirmou que as distribuições Linux agora são “completamente usáveis” na mais recente geração do Mac mini, equipada com o chip proprietário M1. Para comprovar a conquista, Chris compartilhou uma captura de tela que mostra o sistema Ubuntu sendo executado a partir de um pendrive no mais recente desktop da Apple.

Ao que tudo indica, o método não é perfeito — para se conectar a uma rede com fio, você precisará de um adaptador USB. O executivo garantiu que o código fonte e um tutorial de instalação serão publicados “em breve” no GitHub, mas é bem provável que, a priori, a compilação seja um tanto instável, inapropriada para uso diário. Ainda assim, é uma curiosidade e tanto para os entusiastas de software livre.

Vale lembrar que o chip M1, anunciado junto com a mais recente geração do Mac mini, segue a arquitetura ARM — que é justamente a especialidade da equipe da Corellium. As versões mais antigas do computador usavam processadores Intel (com arquitetura x86 tradicional), o que tornava a missão de instalar o Linux bem mais simples.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: