Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.717,94
    -517,82 (-0,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.460,55
    +652,34 (+1,36%)
     
  • PETROLEO CRU

    94,01
    -0,33 (-0,35%)
     
  • OURO

    1.803,80
    -3,40 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    23.961,84
    +26,45 (+0,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    573,13
    -1,61 (-0,28%)
     
  • S&P500

    4.207,27
    -2,97 (-0,07%)
     
  • DOW JONES

    33.336,67
    +27,16 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.465,91
    -41,20 (-0,55%)
     
  • HANG SENG

    20.082,43
    +471,59 (+2,40%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.332,25
    +21,00 (+0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3236
    -0,0001 (-0,00%)
     

Agências de turismo são alvo de processo para apurar queixas durante pandemia

Agências de turismo são alvo de processo para apurar queixas durante a pandemia
Agências de turismo são alvo de processo para apurar queixas durante a pandemia
  • CVC, Decolar.com, 123milhas, Max Milhas e Viajanet são citadas no processo;

  • As cinco agências de turismo foram as empresas que mais registraram queixas durante a pandemia;

  • As queixas estão principalmente relacionadas dificuldade de alterar ou cancelar contratos.

Um processo administrativo foi aberto para apurar queixas relacionadas à CVC, Decolar.com, 123milhas, Max Milhas e Viajanet. Segundo a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), o objetivo é apurar a atuação das cinco agências de turismo durante a pandemia.

“A Senacon busca apurar possíveis infrações ao Código de Defesa do Consumidor no que diz respeito a cancelamentos, remarcações, reembolsos e reaproveitamento de créditos de viagens e reservas”, diz comunicado enviado pela Senacon.

O órgão ligado ao Ministério da Justiça também informa que caso condenadas nos processos, as agências poderão ter multas no valor de até R$ 13 milhões, entre outras punições.

Desde o início da pandemia, em março, as cinco agências de turismo foram as empresas que mais registraram ocorrências na plataforma Consumidor.gov.br. Entre as principais queixas relatadas no portal estão a dificuldade de alterar ou cancelar contratos e serviços de turismo e também de receber reembolsos. Foram registradas também reclamações relatando retenção de valores e atraso na devolução de valores pagos.

No comunicado, o ministro da Justiça, Anderson Torres, explica que as agências são a única interface entre consumidores e prestadores de serviço do setor: “O consumidor não tem real poder de escolha quanto ao real prestador, pois a agência faz todo o meio de campo”.

CVC levanta R$402,8 mi com oferta de ações

De acordo com a operadora de viagens CVC, R$ 402,8 milhões foram arrecadados em uma oferta de ações da empresa ao preço de 7,70 reais por papel. A companhia havia anunciado a oferta no início deste mês, citando uma recuperação gradativa na indústria do turismo, com crescente procura por viagens de lazer e negócios.

A cotação de 7,70 reais representou um desconto de 13,3% em relação ao preço de fechamento de quinta-feira, de 8,88 reais por ação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos