Mercado fechará em 2 h 12 min
  • BOVESPA

    107.300,92
    -1.640,76 (-1,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.356,79
    -1.242,59 (-2,41%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,61
    -2,53 (-2,97%)
     
  • OURO

    1.833,20
    +1,40 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    34.177,03
    -1.081,62 (-3,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    778,03
    -32,57 (-4,02%)
     
  • S&P500

    4.251,89
    -146,05 (-3,32%)
     
  • DOW JONES

    33.353,20
    -912,17 (-2,66%)
     
  • FTSE

    7.307,71
    -186,42 (-2,49%)
     
  • HANG SENG

    24.656,46
    -309,09 (-1,24%)
     
  • NIKKEI

    27.588,37
    +66,11 (+0,24%)
     
  • NASDAQ

    13.949,00
    -477,50 (-3,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2358
    +0,0458 (+0,74%)
     

Agência de saúde dos EUA deixará de regulamentar "molho francês"

·3 min de leitura
Food and Drug Administration não irá mais regular o molho francês (Getty Images)
Food and Drug Administration não irá mais regular o molho francês (Getty Images)
  • FDA disse que o limite rigoroso “não promove mais honestidade e negociação justa”

  • Segundo Associação de Molhos, diretrizes rígidas da FDA sufocaram a inovação

  • Decisão sobre o molho francês provavelmente não terá muito efeito nas vendas

A Food and Drug Administration disse que deixará de regulamentar o molho francês após manter um controle rígido sobre seus principais ingredientes desde 1950. A agência dos EUA anunciou na última quarta-feira (12) que suspenderia as diretrizes que exigiam dos fabricantes a venda de um produto com 35% de óleo vegetal se quisessem comercializá-lo como "molho francês" - que também era obrigado a conter vinagre ou suco de limão (ou lima). Outros ingredientes como sal, pasta de tomate e especiarias eram permitidos, mas não obrigatórios. A FDA disse que o limite rigoroso “não promove mais honestidade e negociação justa” para o benefício dos consumidores.

Leia também:

Maior flexibilidade na fabricação

Ao remover o padrão, o FDA espera “fornecer maior flexibilidade na fabricação do produto, consistente com alimentos comparáveis ​​e não padronizados disponíveis no mercado”. A mudança foi feita em resposta a uma petição de 1998 apresentada pela Associação de Molhos. Ainda não está claro, no entanto, o que motivou a FDA a esperar até agora para abordar a petição do grupo comercial - que argumentou que as diretrizes rígidas da FDA sufocaram a inovação e deixaram os consumidores com opções limitadas no mercado.

Apoio da Associação

Em um comunicado oficial, a Associação de Molhos (representada pela sigla ADS, em inglês) disse que apoia a decisão da FDA. Isso porque, segundo eles, os clientes que procuravam versões com baixo teor de gordura ou sem gordura do condimento estavam sem sorte - pois esses produtos não podiam ser comercializados legalmente como “molho francês”. “O padrão de molho francês não serve como referência para esses molhos de salada derramáveis, devido à variação na composição para atender às mudanças nas necessidades dos consumidores. Como resultado, o padrão simplesmente restringe a inovação”. 

Efeito nas vendas

Agora que as diretrizes foram levantadas, os fabricantes de molho francês podem optar por adicionar ou subtrair óleo vegetal ou pasta de tomate, desde que sejam seguros para os consumidores. A julgar pelos gostos americanos, a decisão sobre o molho francês provavelmente não terá muito efeito nas vendas. Em 2017, uma pesquisa da ADS descobriu que o molho ranch era o condimento mais preferido, enquanto que o segundo mais popular era o italiano.

FDA regulamentou o molho francês e uma variedade de outros alimentos por décadas nos EUA (Getty Images)
FDA regulamentou o molho francês e uma variedade de outros alimentos por décadas nos EUA (Getty Images)

Nova estratégia da FDA

As regras que regem a comercialização de alimentos, incluindo leite e queijo cottage, foram estabelecidas há décadas pelo governo federal para garantir a qualidade. A FDA diz que está repensando sua supervisão como parte de sua Estratégia de Inovação em Nutrição, que foi promulgada em 2018 para “dar uma nova olhada no que pode ser feito para reduzir mortes e doenças evitáveis ​​relacionadas à má nutrição”, de acordo com seu site.

O FDA também regula outros alimentos, incluindo maionese e extrato de baunilha - definindo a maionese como constituindo não menos que 65% de óleo vegetal em peso; enquanto que o extrato de baunilha só poderia ser vendido se contivesse pelo menos 35% de álcool etílico em volume. Durante o governo Trump, funcionários da FDA propuseram revogar as diretrizes que regem a classificação de tortas de cereja congeladas. As regras para tortas de cereja congeladas, que existem há décadas, dizem que devem ser 25% de cerejas em peso, com não mais de 15% das cerejas manchadas.

Sauce vs. Dressing

As duas palavras acima se referem a molhos, na tradução para o português. No entanto, enquanto a primeira (Sauce) é amplamente utilizada e pode servir tanto para molhos doces como salgados; a segunda (Dressing) geralmente se refere a uma mistura de óleo, vinagre, ervas, maionese e temperos, que é utilizado em saladas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos