Mercado abrirá em 3 h 10 min
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.126,51
    +442,96 (+0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,64
    -0,13 (-0,25%)
     
  • OURO

    1.853,70
    -1,50 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    31.871,36
    -496,93 (-1,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    644,81
    -32,09 (-4,74%)
     
  • S&P500

    3.855,36
    +13,89 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    30.960,00
    -36,98 (-0,12%)
     
  • FTSE

    6.666,83
    +27,98 (+0,42%)
     
  • HANG SENG

    29.391,26
    -767,75 (-2,55%)
     
  • NIKKEI

    28.546,18
    -276,11 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.434,00
    -41,50 (-0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6920
    +0,0558 (+0,84%)
     

Agência de publicidade desiste de contratar executivo após denúncia de assédio

Marcus Couto
·2 minuto de leitura
Daniel Pérez Pallares
Daniel Pérez Pallares

A R/GA, uma das maiores agências de publicidade do mundo, parte do grupo Interpublic, anunciou a desistência da contratação do executivo Daniel Pérez Pallares, veterano do mercado, após denúncias de assédio moral terem surgido contra ele.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Ele foi inicialmente anunciado para o cargo de Diretor Criativo Executivo pelo presidente da R/GA São Paulo, Fabiano Coura. Em fala reproduzida pelo site Clube de Criação, especializado na cobertura do mercado de publicidade, inicialmente Coura destacou o que via como as potências de Pérez Pallares.

Leia também:

"O Daniel é um artista, mas adora escrever código, então foi se inspirar na Singularity University. Se formou em cinema, mas foi atrás de estudar Inovação e Estratégia em Harvard e Liderança para Inovação no MIT. Esse tipo de mistura é exatamente o que buscamos e precisamos para poder afirmar que a única coisa que um cliente precisa trazer para a R/GA é um problema”, disse Coura.

Mas, logo depois, uma denúncia de um criativo que havia trabalhado anteriormente com Pérez Pallares no Brasil fez detonar a crise:

“Lamentável essa notícia... Eu e toda a equipe criativa da [agência] Grey, em 2013, fomos vítimas do assédio moral pesadíssimo desse sujeito. Pesquisem o histórico dele com as equipes e não no seu Linkedin”, escreveu Flávio Ferri em resposta à notícia da contratação.

Ao comentário de Ferri, se seguiram várias outras denúncias semelhantes.

“Um absurdo o mercado continuar dando espaço para profissionais com histórico de assédio moral”, escreveu outra pessoa.

Depois, em um texto também publicado no Clube de Criação, Ferri explicou que na época, pediu demissão para escapar do assédio – dessa vez sem citar o nome de Pérez Pallares.

“Quando fui vítima de assédio moral pesadíssimo dentro de uma agência multinacional aqui no Brasil, minha reação na época foi a fuga. Pedi demissão.”

Então, três dias após o anúncio da contratação de Pérez Pallares, a R/GA anunciou que voltaria atrás, por causa da repercussão negativa e das denúncias contra o executivo.

“A prioridade absoluta neste momento é dar todo esclarecimento e conforto para nosso time”, explicou o presidente Fabiano Coura em fala reproduzida pelo Clube de Criação.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube