Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    48.675,46
    +710,99 (+1,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.282,75
    -226,75 (-1,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Agência de Hollywood critica Disney em discussão quente sobre “Viúva Negra”

·2 minuto de leitura
Atriz Scarlett Johansson

LOS ANGELES (Reuters) - Uma das maiores agências de talento de Hollywood criticou nesta sexta-feira o estúdio da Disney em uma discussão pública e acalorada sobre a alegação da atriz Scarlett Johansson de que ela perdeu dinheiro no lançamento do seu filme “Viúva Negra”.

Bryan Lourd, co-presidente da agência Creative Arts (CAA), acusou a Disney em um comunicado de atacar o caráter da atriz e de revelar o seu salário de 20 milhões de dólares pelo filme de super-herói “em uma tentativa de usar o seu sucesso como artista e empresária como uma arma”.

Lourd, que também representa Johansson, emitiu o comunicado um dia depois de a estrela de “Viúva Negra” processar a Disney por violação de contrato ao ter lançado o filme em 9 de julho na sua plataforma de streaming ao mesmo tempo em que estava nos cinemas, reduzindo o que ela esperava receber em percentual das arrecadações de bilheteria.

Johansson, de 36 anos, uma das atrizes mais populares de Hollywood e entre as mais bem pagas, fez nove filmes da Marvel com a Disney.

A Disney respondeu nesta quinta-feira dizendo que “não havia mérito” no processo. Também revelou que Johansson havia recebido 20 milhões de dólares pelo filme e que o processo mostrava “um cruel desprezo” pelos efeitos da pandemia.

Lourd disse que a Disney “de maneira descarada e falsa acusou a senhorita Johansson de ser insensível com a pandemia global de Covid-19”.

“Os ataques diretos da Disney ao seu caráter e todo o resto que eles implicam estão abaixo dos padrões da empresa para a qual muitos de nós da comunidade criativa trabalhamos com sucesso por décadas”, acrescentou Lourd.

A Disney não respondeu imediatamente nesta sexta-feira a um pedido por comentários sobre o comunicado de Lourd.

“Viúva Negra”, a história da assassina russa que se tornou uma Vingadora, arrecadou 80 milhões de dólares na bilheteria dos EUA e do Canadá em seu fim de semana de estreia. O filme também gerou 60 milhões de dólares em compras no Disney+, disse a Disney.

(Reportagem de Jill Serjeant)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos