Mercado fechado

Agência goiana multa distribuidora Enel Goiás em R$62,1 mi

.

SÃO PAULO (Reuters) - A Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR) multou a distribuidora de energia Enel Goiás em 62,1 milhões de reais, por alegada prestação inadequada de serviços aos cidadãos goianos, informou a assessoria de imprensa do governo do Estado nesta segunda-feira.

Segundo fiscalização realizada pelos técnicos da agência, a Enel deixa a desejar quanto à qualidade do atendimento comercial especificamente sobre os temas alteração de titularidade, atendimento ao consumidor, faturamento de energia elétrica, devolução de valores por antecipação de obras e cumprimento dos prazos de pedidos de ligações prestados pela empresa.

O governador do Estado, Ronaldo Caiado (DEM), tem feito duras críticas públicas à qualidade do serviço prestado pela Enel no estado.

A assessoria do governo estadual disse que o auto de infração em desfavor da distribuidora foi entregue à diretoria da Enel Goiás, em Goiânia. Apenas este ano, a distribuidora já recebeu outras duas multas, que somadas totalizam o valor de 13,4 milhões de reais.

A empresa tem o prazo de dez dias para recorrer do auto de infração, que será julgado pelo Conselho da AGR, e em última instância, pela diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A Enel Goiás disse em nota que a multa se refere a questões relacionadas ao atendimento comercial no período de 2018 e início de 2019.

"A companhia acrescenta que está analisando o teor do relatório recebido hoje da AGR e reitera seu compromisso com o Estado para continuação do plano de investimentos que tem sido cumprido, como acordado com o governo estadual, Ministério de Minas Energia e Aneel", afirmou a empresa.


(Por Ricardo Brito, com reportagem adicional de Gabriel Araujo)