Mercado abrirá em 2 h 12 min
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,82 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,44 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,31
    +0,55 (+0,66%)
     
  • OURO

    1.800,10
    +3,80 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    62.767,75
    +1.768,55 (+2,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,70 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,92 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.236,87
    +32,32 (+0,45%)
     
  • HANG SENG

    26.132,03
    +5,10 (+0,02%)
     
  • NIKKEI

    28.600,41
    -204,44 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    15.375,75
    +34,75 (+0,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5781
    -0,0027 (-0,04%)
     

Agência Europeia examina coquetel de anticorpos da AstraZeneca contra a covid-19

·2 minuto de leitura
Unidade do grupo AstraZeneca em Macclesfield, região central da Inglaterra (AFP/Paul ELLIS)

O órgão regulador europeu de medicamentos anunciou nesta quinta-feira (14) que começou a testar um coquetel de anticorpos AstraZeneca contra covid-19, o que pode levar à autorização para seu uso na União Europeia.

O laboratório garante que pode ser eficaz na prevenção de covid-19 em pacientes frágeis.

Testes mostraram que a droga AZD7442, uma combinação de anticorpos, reduz sintomas graves e mortes por covid-19, informou o grupo sueco-britânico AstraZeneca na segunda-feira.

A decisão de examinar o coquetel de anticorpos, também conhecido como Evusheld, "é baseada em resultados preliminares de estudos clínicos, que sugerem que o medicamento pode ajudar a proteger contra doenças", disse a Agência Européia de Medicamentos (EMA), com sede em Amsterdã.

Podem se passar meses entre o início de uma avaliação em andamento da EMA e uma possível autorização.

Os anticorpos monoclonais, que reconhecem uma molécula específica de um vírus ou bactéria, são versões sintéticas de anticorpos naturais.

Eles são administrados a pessoas que já foram infectadas para aliviar as deficiências do sistema imunológico. Eles diferem de uma vacina porque estimulam o corpo a produzir sua própria resposta imunológica.

A vacina da AstraZeneca é uma das quatro atualmente aprovadas pela EMA.

O ensaio do medicamento AZD7442 "produziu uma redução estatisticamente satisfatória em casos graves de covid-19 ou mortes relacionadas à doença em comparação com o placebo em pacientes ambulatoriais com sintomas leves a moderados" da doença, de acordo com a AstraZeneca.

O ensaio clínico envolveu 903 pessoas, 90% das quais eram pacientes com alto risco de desenvolver formas graves da covid-19.

A empresa farmacêutica suíça Roche entrou com uma ação na segunda-feira para comercializar seu coquetel de anticorpos sintéticos Ronapreve na União Europeia.

Na semana passada, a EMA anunciou que em poucos dias poderá começar a examinar uma pílula produzida pelo laboratório americano Merck.

jhe/cvo/mr/erl/mb/ap

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos