Mercado fechará em 6 h 28 min
  • BOVESPA

    109.444,24
    +600,50 (+0,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.557,65
    -750,06 (-1,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,73
    +0,44 (+0,63%)
     
  • OURO

    1.772,70
    +8,90 (+0,50%)
     
  • BTC-USD

    43.097,33
    -642,02 (-1,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.079,66
    +15,82 (+1,49%)
     
  • S&P500

    4.376,40
    +18,67 (+0,43%)
     
  • DOW JONES

    34.100,85
    +130,38 (+0,38%)
     
  • FTSE

    6.978,81
    +74,90 (+1,08%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    15.065,00
    +55,50 (+0,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2353
    -0,0094 (-0,15%)
     

Agência Espacial Europeia não tem planos para o turismo espacial no momento

·2 minuto de leitura

Enquanto empresas privadas começam a transformar voos espaciais turísticos em realidade, atualmente a Agência Espacial Europeia (ESA) não parece ter planos para desenvolver um programa para turistas espaciais. Ao menos é o que indicam informações de Josef Aschbacher, diretor da ESA, fornecidas durante entrevista. Para ele, o desenvolvimento desse segmento turístico deve ficar em mãos das empresas privadas, apenas.

Aschbacher participou da 36º edição do evento Space Symposium, realizado em agosto. Durante sua fala, ele afirmou que é interessante ver que o espaço está se tornando um domínio mais amplo, incluindo o turismo espacial. “Considero que isso é bom para o desenvolvimento da economia espacial em geral”, disse, ressaltando também que o foco atual da ESA está voltado para outros aspectos da exploração espacial.

Richard Branson, fundador da Virgin Galactic, durante o primeiro voo espacial totalmente tripulado realizado pela empresa (Imagem: Reprodução/Virgin Galactic)
Richard Branson, fundador da Virgin Galactic, durante o primeiro voo espacial totalmente tripulado realizado pela empresa (Imagem: Reprodução/Virgin Galactic)

Segundo o diretor, a agência não tem nenhum programa planejado no momento para desenvolver o turismo espacial enquanto atividade, “porque as atividades da ESA são focadas em explorar o espaço para desenvolver a ciência e a tecnologia”, disse. Por outro lado, ele reforçou também que o debate sobre a sustentabilidade dos voos espaciais não deve ser deixado de lado quando o assunto são voos turísticos no espaço.

Ele reforçou que os voos espaciais realizados são atualmente voltados para a realização de pesquisa e desenvolvimento de tecnologias, algo que não poderia ser realizado com atividades turísticas. “Há um grande debate em alguns desses aspectos sobre os propósitos do turismo espacial e qual será o impacto no ambiente em um sentido mais amplo”, explicou ele, apontando que essa é uma discussão que ocorre no domínio público e que a ESA não tem um posicionamento sobre o assunto. “Acredito que isso esteja, principalmente, nas mãos das empresas privadas para desenvolver o segmento”.

Em uma entrevista concedida no início do ano, Aschbacher comentou que gostaria de alcançar grande produção econômica a partir das atividades espaciais, e que a Europa deveria alavancar os esforços na exploração espacial guiada pelos exemplos dados pela Rússia, Estados Unidos e China. "Gostaria de ver a Europa se tornando uma nação forte no espaço", acrescentou. "A Agenda de 2025 está focada em como a Europa poderá ampliar as atividades espaciais, inspirada também nas atividades da Rússia, Estados Unidos, China e outras grandes nações espaciais".

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos