Mercado abrirá em 1 h 22 min
  • BOVESPA

    120.294,68
    +997,55 (+0,84%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.329,84
    +826,13 (+1,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    62,99
    -0,16 (-0,25%)
     
  • OURO

    1.746,90
    +10,60 (+0,61%)
     
  • BTC-USD

    62.432,98
    -1.634,56 (-2,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.362,38
    -13,40 (-0,97%)
     
  • S&P500

    4.124,66
    -16,93 (-0,41%)
     
  • DOW JONES

    33.730,89
    +53,62 (+0,16%)
     
  • FTSE

    6.962,05
    +22,47 (+0,32%)
     
  • HANG SENG

    28.793,14
    -107,69 (-0,37%)
     
  • NIKKEI

    29.642,69
    +21,70 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    13.889,50
    +90,75 (+0,66%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7638
    -0,0091 (-0,13%)
     

Agência de aviação dos EUA aprova projeto de jato 737 MAX 8200

David Shepardson
·1 minuto de leitura
Boeing 737 MAX em Renton, Washington

Por David Shepardson

WASHINGTON (Reuters) - A agência norte-americana de aviação FAA aprovou o projeto do Boeing 737-8200, parte da família de aviões 737 MAX, em um passo necessário antes que a fabricante possa começar o modelo para a companhia aérea europeia Ryanair.

A FAA afirmou que o 737-8200 incorpora as melhorias de design que foram aprovadas na revisão de 20 meses do 737 MAX após duas quedas que mataram 346 pessoas.

A Ryanair foi a primeira companhia aérea, em 2014, a encomendar o 737-8200, que é configurado para 197 passageiros. A agência europeia de aviação ainda precisa aprovar o avião.

O 737-8200 pode transportar um máximo de 210 passageiros, afirmou a Boeing.

Em dezembro, a Ryanair, maior companhia aérea da Europa, anunciou pedido firme para mais 75 unidades do 737 MAX 8200, que é uma versão de maior capacidade que o 737-8 MAX.

A Ryanair é o cliente lançador da variante do 737-8 depois que a companhia aérea encomendou 100 unidades, com 100 opções de compra, no final de 2014.