Mercado abrirá em 1 h 6 min
  • BOVESPA

    122.515,74
    +714,95 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.869,48
    +1,16 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,37
    +0,11 (+0,15%)
     
  • OURO

    1.813,40
    -8,80 (-0,48%)
     
  • BTC-USD

    38.482,06
    -1.057,22 (-2,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    934,05
    -26,85 (-2,79%)
     
  • S&P500

    4.387,16
    -8,10 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.838,16
    -97,31 (-0,28%)
     
  • FTSE

    7.111,06
    +29,34 (+0,41%)
     
  • HANG SENG

    26.194,82
    -40,98 (-0,16%)
     
  • NIKKEI

    27.641,83
    -139,19 (-0,50%)
     
  • NASDAQ

    14.978,25
    +25,50 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1521
    +0,0080 (+0,13%)
     

Afinal, Dogecoin pode substituir o Bitcoin?

·2 minuto de leitura
Dogecoin. Imagem: ShutterStock
Dogecoin. Imagem: ShutterStock

Brincadeiras e memes à parte, Dogecoin é um fork (clone) da Luckycoin, que por sua vez era um fork do Litecoin. Em suma, 95% do código-fonte do Dogecoin é oriundo do Bitcoin, porém utilizando um algoritmo “Scrypt”, bem menos complexo que o SHA-256.

Este algoritmo é tão simples que sua mineração pode ser realizada pelas mesmas máquinas ASICs projetadas para o Litecoin, praticamente sem perdas para os mineradores de LTC.

Conhecido como “merge mining”, esta estratégia dá segurança para a rede Dogecoin, pois aproveita uma infraestrutura cara, que de outra forma seria inviável de implementar.

A paixão de Elon Musk e Mark Cuban

Sem dúvidas, Elon Musk e Mark Cuban possuem um histórico muito forte de investimento em empresas de tecnologia.

O CEO da Tesla ainda tem ao seu lado a experiência inigualável na área de energia e baterias.

Por este motivo, quando ambos promovem o Dogecoin, é razoável que muitos queiram acompanhá-los.

Fundadores abandonam projeto

Dogecoin começou como uma brincadeira entre Jackson Palmer e Billy Markus, porém ambos abandonaram o projeto em 2015.

Aos poucos o desenvolvimento do projeto foi parado, embora no início de 2018 tenha existido uma testnet do Ethereum que fazia integração com a Dogecoin para buscar escalabilidade.

Mineração infinita

A principal crítica ao Dogecoin é seu limite infinito de emissão, pois 10.000 novas moedas são emitidas de premiação para cada bloco minerado, algo que leva cerca de 1 minuto.

No entanto, esse não deveria ser um motivo de preocupação, pois a medida que cada 4 anos se passam são criadas 21 bilhões de moedas.

Em suma, o impacto das 14,4 milhões de moedas mineradas por dia passa a ser menos significativo.

Nodes e mineradores

Os nodes (nós) visíveis na rede são cerca de 1.200 de acordo com a Blockchair.com, enquanto os mineradores são praticamente os mesmos do Litecoin. Dentre as 10 maiores pools (cooperativas), nenhuma passa de 25%.

Desse modo, afirmar que a moeda é centralizada é incorreto, embora a grande questão seja justamente a ausência de conflitos que possam dividir a comunidade.

Por exemplo, Bitcoin já passou por um “bug inflacionário”, além da briga pelo tamanho do bloco, que levou a criação do BCash.

Em suma, é impossível afirmar o quão centralizada Dogecoin é, já que o projeto sobrevive às custas de alguns devs e fãs isolados.

Afinal, o DOGE pode substituir o BTC?

Tecnicamente, sim. Além do código-fonte compatível, é importante lembrar que dinheiro é uma construção social.

No entanto, perceba que nem mesmo a Tesla fez um aporte em Dogecoin. O “valor” do Bitcoin não é apenas do software, e sim a força de sua comunidade.

Ao menos a moeda-meme do simpático cachorro possui estabilidade em sua política monetária, algo que não existe na Ethereum, por exemplo.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos