Mercado fechará em 2 h 48 min
  • BOVESPA

    107.591,34
    -1.350,34 (-1,24%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.491,84
    -1.107,54 (-2,15%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,99
    -2,15 (-2,53%)
     
  • OURO

    1.834,30
    +2,50 (+0,14%)
     
  • BTC-USD

    34.104,86
    -1.304,59 (-3,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    776,90
    -33,70 (-4,16%)
     
  • S&P500

    4.283,83
    -114,11 (-2,59%)
     
  • DOW JONES

    33.562,67
    -702,70 (-2,05%)
     
  • FTSE

    7.322,25
    -171,88 (-2,29%)
     
  • HANG SENG

    24.656,46
    -309,09 (-1,24%)
     
  • NIKKEI

    27.588,37
    +66,11 (+0,24%)
     
  • NASDAQ

    14.065,50
    -361,00 (-2,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2236
    +0,0336 (+0,54%)
     

Aeronautas recusam proposta da Azul e crise dos voos cancelados se estende

·2 min de leitura

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Os pilotos e comissários de bordo da Azul recusaram nesta quarta-feira (12) a proposta da empresa de reduzir o número de folgas dos meses de fevereiro e março, em troca de um vale-alimentação mensal de R$ 463,21.

A Azul havia proposto um ACT (Acordo Coletivo de Trabalho) que envolvia, além da redução facultativa do número de folgas, a publicação de escalas quinzenais e não mais mensais, como de praxe.

Apresentada na noite de segunda-feira (10) em live do SNA (Sindicato Nacional dos Aeronautas), a proposta foi uma tentativa da Azul de minimizar o impacto da redução da equipe, afastada após contaminação com Covid-19, diante do avanço da variante ômicron. Só entre os dias 6 e 12 de janeiro, o total de voos cancelados soma 765.

A situação da companhia aérea é a mais crítica, porque a empresa já trabalhava com 100% da sua capacidade. A Azul já começou o processo de contratação de aeronautas, especialmente comissários de bordo, mas o processo leva tempo, por se tratar de uma mão de obra muito especializada.

Segundo Ondino Dutra, presidente do SNA, mais de 2 mil aeronautas participaram da votação e, destes, 74% responderam não à proposta.

"O resultado é reflexo da insatisfação histórica dos tripulantes com suas escalas de serviço", afirmou Dutra à reportagem. "Os profissionais não se sentem reconhecidos em seus esforços nos últimos tempos, em especial, depois de terem aceitado redução de salário e várias flexibilizações operacionais".

O SNA vem recebendo diversas denúncias sobre programações de voo planejadas com o número de comissários reduzidos, o que contraria regimentos da categoria.

O sindicato enviou ofício à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) informando que só no dia 6 de janeiro foram 16 voos realizados com equipe reduzida. Na data, a Azul começou a informar o cancelamento dos voos, que então representavam 5% da sua malha, o equivalente a 45 viagens no dia.

"Importante destacar que muitos comandantes que teriam operado com a suposta planejada tripulação reduzida indagaram previamente e formalmente à companhia aérea sobre a legalidade do ato, sendo que a empresa, por meio de email, informou que tal circunstância figuraria exceção à regra, e que estaria autorizada pela Anac e Diretoria de Operações", diz o ofício enviado pelo SNA à Anac.

O sindicato dos aeronautas pediu à agência que investigue as denúncias recebidas quanto às possíveis operações com tripulações reduzidas e, caso seja verificado o descumprimento da regra, tome as providências cabíveis.

Questionada pela reportagem, a Anac informou que todas as denúncias recebidas pela "são devidamente apuradas". Segundo a agência, "em caso de constatação de indícios de irregularidade, é instaurado processo administrativo para investigar os fatos e adotar as medidas administrativas pertinentes".

Procurada, a Azul não retornou até o fechamento desta reportagem.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos