Mercado fechará em 2 h 23 min
  • BOVESPA

    127.777,82
    -279,40 (-0,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.179,24
    -23,56 (-0,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,52
    +0,48 (+0,68%)
     
  • OURO

    1.770,30
    -4,50 (-0,25%)
     
  • BTC-USD

    36.429,00
    -1.499,61 (-3,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    900,03
    -39,91 (-4,25%)
     
  • S&P500

    4.184,14
    -37,72 (-0,89%)
     
  • DOW JONES

    33.407,96
    -415,49 (-1,23%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0112
    +0,0487 (+0,82%)
     

Aérea ITA começa a operar em junho, com promessa de conforto e preço menor

·3 minuto de leitura
Companhia aérea da Itapemirim vai começar a operar em 30 de junho (Ilton Barbosa/Divulgação)
Companhia aérea da Itapemirim vai começar a operar em 30 de junho (Ilton Barbosa/Divulgação)
  • Grupo Itapemirim começa a operar no setor aéreo no Brasil, com a ITA Transportes Aéreos

  • Companhia promete preços acessíveis, mais espaço entre as poltronas e despacho de bagagem grátis

  • Inicialmente, aviões circularão entre oito cidades brasileiras

Atuante no setor ferroviário e de transporte rodoviário no Brasil, o Grupo Itapemirim vai começar a vender passagens na próxima sexta-feira (21) no setor de aviação, ao criar a ITA Transportes Aéreos. A companhia, que ainda tem apenas cinco aeronaves e fará rotas entre oito cidades do país, começa a operar em 30 de junho, prometendo passagens com preços mais acessíveis, mais espaço entre as poltronas e despacho de bagagem gratuito. As informações são da CNN Business.

Leia também:

No começo, as aeronaves Airbus A320 circularão entre as cidades de Belo Horizonte; Brasília; Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Salvador e Porto Seguro (BA).

A partir de 1º de agosto deste ano, mais seis cidades serão atendidas pela ITA: Recife, Maceió, Fortaleza, Florianópolis, Vitória e Natal.

O plano da companhia é fechar o ano com 20 aviões. Já em 2022, a previsão é ter 50 aeronaves, chegando a 35 destinos no país. Em alguns trechos, serão servidas refeições quentes para os passageiros.

Conforto é prioridade

A ITA quer ser "uma companhia aérea que o Brasil ainda não tem, priorizando o conforto dos passageiros", segundo o presidente do Grupo Itapemirim, Sidnei Piva. “Estamos reconfigurando os aviões para 162 assentos (o modelo comporta 180) para que nossos passageiros possam desfrutar de uma viagem de preço acessível, porém com toda a comodidade e segurança.”

Outro diferencial é o despacho gratuito de bagagens de até 23 kg, serviço que também influencia no conforto do passageiro, de acordo com Piva. “Acreditamos que é possível, com criatividade, oferecer mais serviços aos clientes. Quando os passageiros levam bagagem lá em cima, por exemplo, gera desconforto e atrasos. Por isso, priorizamos a gratuidade no despacho de bagagens", afirma.

Apesar de a companhia dizer que não venderá acima da concorrência e nem fará ofertas “kamikaze”, o presidente não deu detalhes de como essa precificação e as promoções irão acontecer. 

Maior acesso 

Segundo o presidente da empresa, o diferencial será a ligação com a malha rodoviária, para que mais pessoas possam ter acesso ao setor aéreo. Hoje, a empresa atende 2,5 milhões de passageiros por ano em 19 estados. 

Young woman checking for the flight schedule on time board at airport
Segundo a companhia, previsão é ter 50 aeronaves, chegando a 35 destinos no país

"Hoje, só 4% da população brasileira utiliza transporte aéreo. Mas, com o nosso projeto, acreditamos que podemos alcançar um público que nunca teve oportunidade de voar, oferecendo mais uma opção de deslocamento”, afirma Piva. 

Recuperação judicial

Apesar de toda a novidade, a realidade é que o Grupo Itapemirim está em recuperação judicial e deve R$ 2 bilhões em impostos e R$ 167 milhões a credores, como mostra um levantamento da EXM Partners divulgado pelo UOL. 

Mesmo assim, o presidente do grupo diz que o caixa da empresa começa a operação tranquilo, com um aporte de US$ 500 milhões de um fundo soberano dos Emirados Árabes. Além disso, a companhia também diz estar em contato com outros investidores, em busca de novos aportes. 

"Somos uma ótima oportunidade de investimento. Estamos bem preparados financeiramente para qualquer disputa de mercado e, quem apostar com certeza conseguirá um bom retorno no futuro", finaliza Piva. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos