Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +413,26 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,39 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.777,30
    +10,50 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    56.596,96
    -5.815,71 (-9,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,68 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,57 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,68 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6943
    -0,0268 (-0,40%)
     

AerCap vai comprar unidade de leasing de aviões da GE por US$30 bilhões

Shreyasee Raj e Conor Humphries
·2 minuto de leitura
Logo da GE

Por Shreyasee Raj e Conor Humphries

(Reuters) - As duas maiores companhias de leasing de aviões do mundo estão combinando negócios para criar uma nova gigante do financiamento para a indústria de aviação, depois que a irlandesa AerCap finalizar acordo de mais de 30 bilhões de dólares para comprar a unidade de leasing da General Electric.

As duas empresas, que anunciaram o acordo nesta quarta-feira após dias de especulações em torno da aquisição da unidade de leasing da GE, Gecas, controlam juntas mais de 2.000 aeronaves, bem acima de rivais. A aliança criará a maior compradora de aviões do mundo e vai remodelar o setor.

O negócio também acontece em um momento em que a independência de uma série de empresas de leasing tem sido alvo de questionamentos diante da crise disparada pela pandemia, afirmam analistas do setor.

A aquisição pela AerCap é a mais recente medida do presidente-executivo da GE, Larry Culp, para reduzir a dívida e focar o conglomerado norte-americano nos negócios industriais de energia, componentes de aviação e medicina.

"Este negócio marca uma transformação real da GE para uma empresa industrial mais focada, simples e forte", disse Culp.

O presidente-executivo da AerCap, Aengus Kelly, afirmou que a empresa fez a aquisição da rival diante de um desconto "atraente" no valor contábil da companhia.

"Não se trata de escala ou ser maior apenas por ser", disse Kelly a analistas.

O negócio para a compra da Gecas inclui cerca de 24 bilhões de dólares em caixa e 1 bilhão de dólares pago em títulos ou dinheiro. Ele inclui emissão de 111 milhões de novas ações, o que dará à GE participação de 46% na companhia controlada pela AerCap.

O negócio avalia a Gecas em pouco mais de 31 bilhões de dólares com base no preço das ações da AerCap na terça-feira.

Em Nova York, as ações da GE chegaram a subir após o anúncio, mas às 12h41 (horário de Brasília) recuavam 5,7%, a 13,2 dólares. A AerCap tinha desvalorização de 5%, a 53,28 dólares.

A GE afirmou que planeja reduzir dívida em cerca de 30 bilhões de dólares por meio dos recursos a serem obtidos com a transação e em caixa. O negócio deve ser concluído no quarto trimestre deste ano.