Mercado abrirá em 1 h 38 min
  • BOVESPA

    110.249,73
    +1.405,98 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.828,13
    +270,48 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,59
    +1,10 (+1,56%)
     
  • OURO

    1.774,60
    -3,60 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    42.054,44
    -1.345,09 (-3,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.048,60
    -15,24 (-1,43%)
     
  • S&P500

    4.354,19
    -3,54 (-0,08%)
     
  • DOW JONES

    33.919,84
    -50,63 (-0,15%)
     
  • FTSE

    7.062,74
    +81,76 (+1,17%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.065,50
    +41,50 (+0,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1802
    +0,0011 (+0,02%)
     

Advogado já teve que resolver até ‘gosto sexual’ de marido

·1 minuto de leitura

O que você vai ver nesta entrevista:

  • Perrengues corporativos podem ser dos mais variados tipos

  • Robert teve que resolveu uma disputa familiar pouco usual

  • O advogado tem longa experiência em disputas judiciais

O advogado e conselheiro de empresas Robert Juenemann não cansou de ter perrengues em sua carreira. Sua área é muito farta nesse tipo de coisa. De disputas societárias a brigas por patrimônio, tudo pode parar na Justiça.

Mas será que teve algum caso que Robert vai lembrar para o resto da vida?

“A disputa era exatamente entre o casal e fiz negociações separadas. Quando senti que eles estavam maduros para ficarem um na frente do outro, fiz isso. Os filhos até quiseram participar. Na verdade, a disputa era porque o marido queria fazer sexo com a esposa junto com outros homens!”, revelou o advogado.

Falando sobre a sexualidade

Em outro episódio da série, Robert Juenemann falou que o mundo corporativo segue sendo muito machista e preconceituoso com quem faz parte da comunidade LGBT. Entretanto, o momento é de avanços.

"Fiz minha vida profissional sem tratar dessa questão. Ainda hoje há quem nos chame de raça desgraçada", fala. Ele lembra que quando revelou ser gay, o período era conturbado. "Foi em 1989, período da explosão da Aids no Brasil. Éramos vistos como párias da sociedade e também transmissores do que na época era chamado de "câncer gay."

E por que ele se assumiu gay agora? "Meu propósito foi decorrente do meu companheiro ter passado muito por causa da covid e aí percebi a efemeridade da vida".

Happy Hour de um conselheiro de empresas

Na comida, Robert não dispensa um bom arroz, bife, feijão e ovo. No cinema, se rende ao talento de Brad Pitt, Anthony Hopkins e Meryl Streep.

Na literatura, acompanha a vida do personagem talvez mais biografado de todos os tempos: o ex-premiê britânico Winston Churchill.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos