Mercado fechado

Advogado da OneCoin é condenado após aplicar golpe milionário

Felipe Ribeiro

O advogado Mark Scott, então "funcionário" da empresa de criptomoedas búlgara OneCoin, foi considerado culpado por seu papel em um golpe que tomou milhões de dólares de investidores que foram enganados. As cifras desviadas por Scott somam perto de US$ 400 milhões e foram adquiridas de pessoas que pensavam estar comprando criptomoedas; mas, como se viu, não foi bem assim.

Em sua defesa, o advogado disse que estava apenas cumprindo ordens da também advogada e fundadora da OneCoin, a Dra. Ruja Ignatova. Ele disse, ainda, que não sabia que as moedas digitais eram inúteis. Os promotores, por sua vez, alegaram que Scott embolsou cerca de US$ 50 milhões para executar esse trabalho.

O júri federal de Manhattan rejeitou esses argumentos, considerando Scott culpado de conspiração para cometer lavagem de dinheiro e fraude bancária. O irmão da Dr. Ignatova, que testemunhou no caso, recentemente também se declarou culpado por seu papel na fraude.

Ruja Ignatova (Imagem: BBC)

Os investidores norte-americanos que alegam ter sido enganados pelo esquema também estão tentando processar Scott por uma recompensa em um caso relacionado.

Na casa do bilhão

No total, pesquisadores acreditam que até US$ 4 bilhões foram arrecadados globalmente por meio do que se diz ter sido um "esquema de Ponzi", com investidores sendo enganados em Uganda, China, Reino Unido e outros países.

"A OneCoin usou a história de sucesso do Bitcoin para induzir as vítimas a investirem sob o pretexto de que elas também poderiam enriquecer com seus investimentos", disseram os advogados do estado de Nova York em um documento. "Isso era, obviamente, completamente falso, porque o preço do OneCoin era uma ficção e não baseado em oferta e demanda", complementaram.

Ignatova sumiu

Ruja Ignatova, ex-consultora da McKinsey, está foragida desde outubro de 2017 e não foi vista desde então. No entanto, a organização sediada na Bulgária por trás da OneCoin continua a operar e nega todas as irregularidades.

"O OneCoin cumpre todos os critérios da definição de criptomoeda", afirmou nota recente dada pelo The Missing Cryptoqueen, um podcast da BBC. "Nossos parceiros, clientes e advogados estão lutando com êxito pela OneCoin. Temos certeza de que a visão de um novo sistema com base em uma revolução financeira será estabelecida", complementa a nota.


Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: