Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    61.430,93
    -1.845,12 (-2,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Advogada vira especialista em doces finos e etílicos

·2 minuto de leitura

RIO — Está no DNA de Karine Galvão, moradora da Vila da Penha, a vocação para trabalhar com festas e eventos. Mas a proprietária da Granulado & Cia fez o que pôde para fugir do seu destino. Ela tentou não se envolver com o trabalho da mãe, dona de um bufê, nem o do avô, um produtor de batidas. Mas o tempo se encarregou de provar que não adianta tentar remar contra a maré. Antes de dar o braço a torcer, ela se formou em Direito e teve uma carreira de sucesso na área empresarial. Mas o nascimento da filha Sophia, hoje com 11 anos, revelou que seria uma missão quase impossível conciliar a maternidade com a rotina de trabalho no escritório, que durava, em média, 12 horas diárias.

Foi neste momento, quando o desejo de exercer a maternidade plenamente falou mais alto, que a atual pós-graduanda em Gastronomia e Culinária começou a olhar para o lado e enxergar na confeitaria uma forma de trabalhar e, ao mesmo tempo, estar ao lado de sua menina. A decisão de abandonar o mundo cercado de leis, processos e afins não foi imediata, mas aconteceu. Há seis anos, a vida profissional da advogada de formação ficou muito mais doce.

Antes mesmo de abrir o próprio negócio, ela estudou, especializou-se em doces finos e, sobretudo, inspirou-se no talento familiar para fazer bonito nas produção de delícias para festas. Os casamentos respondem por 70% do seu faturamento, seguidos por celebrações de 15 anos e, na lanterna, festas infantis e outros eventos.

— Trabalhar com festas sempre esteve no sangue. Quando o Direito se tornou muito desgastante para mim, resolvi mergulhar no universo dos doces finos. Comecei pelos etílicos, que são doces harmonizados com bebidas alcoólicas, e passei a buscar diferenciais em relação ao mercado. Faço um atendimento exclusivo e personalizado às noivas, que acompanham, através de vídeos, a produção dos doces e podem pedir alterações a poucos dias do casamento. Outra característica que é uma marca registrada da minha empresa é unir beleza e sabor. Além disso, a nossa harmonização dos doces etílicos, seja com licor ou outras bebidas, é única — diz a doceira, que disponibiliza o perfil @granuladocia, no Instagram, para contato.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos