Mercado fechado

Adobe insere soluções de Inteligência Artificial em seu software de marketing

Rui Maciel
·2 minutos de leitura

A Adobe anunciou nesta segunda-feira (12) que inseriu um novo conjunto de ferramentas dotadas de Inteligência Artificial (IA) em sua solução de marketing digital. Segundo a empresa, o objetivo é ajudar as empresas a aprimorarem suas campanhas de marketing pela internet.

Os recursos de IA divulgados hoje pela companhia automatizam diversas funções que, antes, eram feitas manualmente por analistas. Elas podem, por exemplo, digitalizar e rotular milhares de imagens de produtos por cor e forma, ou usando tecnologia de processamento de linguagem natural para ler um artigo e determinar seu assunto.

A Adobe é famosa no mercado, principalmente, por seus softwares gráficos, como o Photoshop, o InDesign, entre outros. No entanto, nos últimos anos, a sua divisão de soluções de marketing digital vem crescendo exponencialmente. O sucesso da companhia nesta área ajudou a alavancar o valor de suas ações na Bolsa esse ano em quase 50% em 2020.

Seus programas no setor vêm sendo usados por empresas para, por exemplo, decidir quais das milhares de imagens e partes de conteúdos em textos são mais importantes para exibir a consumidores em potencial. Isso torna as campanhas de marketing mais certeiras ao fazerem uma recomendação de produtos. Isso ocorre, por exemplo, ao mostrar a uma pessoa que está navegando em um e-commerce, um par de sapatos semelhante aos que ela já viu; ou um site de notícias sugerindo uma história sobre um assunto semelhante ao que acabou de ler.

Ainda que a inteligência artificial não seja exatamente uma novidade, ela exigia que os departamentos de marketing das empresas precisassem exportar os dados de seus sistemas para outra divisão, para só então aplicar a tecnologia, o que retardava os processos e tomadas de decisão. Agora, segundo Ali Bohra, diretor de estratégia e marketing de produto de serviços de inteligência da Adobe, as soluções de IA da companhia são inseridas diretamente nas plataformas de marketing, dispensando a necessidade de jogar dados de um lado para o outro: “Quando você pensa na necessidade de ser ágil e trabalhar em tempo real, esse não é um processo que funciona muito bem”, afirmou ele em entrevista à agência de notícias Reuters.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: