Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    59.950,84
    -1.511,60 (-2,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Administração do Maracanã exalta operação de Flamengo x Grêmio

·2 minuto de leitura


A aprovação do jogo entre Flamengo e Grêmio como evento-teste para a volta da torcida ao Maracanã não foi apenas das autoridades e dos torcedores. O administração do estádio também fez um balanço positivo da operação da partida, destacando que não houve aglomerações na chegada e acesso dos 6.446 rubro-negros. Contudo, destacou que ajustes sempre são necessários.

- Essa reabertura com público só foi possível por conta de um planejamento que durou meses, envolveu uma grande operação com 1.700 profissionais (média de um funcionário para cada quatro torcedores) e pela parceria com a Prefeitura do Rio. (...) O saldo da operação, iniciada na véspera da partida, foi positivo, a começar pelo processo de comprovação da vacina e testagem prévia de torcedores e profissionais - diz trecho da nota publicada pelo Maracanã.

Com a decisão do STJD de derrubar a liminar que permitia o Flamengo atuar com público no Brasileirão - a qual foi dada pelo próprio Tribunal - a partida contra o Grêmio, no domingo, não terá público. Assim, o próximo evento-teste será diante do Barcelona (EQU), nas semis da Libertadores, na quarta, dia 22.

O jogo será novamente no Maracanã e será de 35 mil lugares estão liberados pela Prefeitura. As vendas serão iniciadas ainda nesta quinta-feira pelo clube.

Confira abaixo, na íntegra, a nota publicada pela administração do Maracanã:

"Maracanã apresenta balanço da partida entre Flamengo e Grêmio

Após 91 partidas e um total de 554 dias sem a presença de público, o Maracanã recebeu na noite da última quarta-feira (15/09) mais de seis mil torcedores no jogo entre Flamengo e Grêmio. Essa reabertura com público só foi possível por conta de um planejamento que durou meses, envolveu uma grande operação com 1.700 profissionais (média de um funcionário para cada quatro torcedores) e pela parceria com a Prefeitura do Rio. A partida de ontem registrou um marco importante no cenário que vive o Brasil desde o início da pandemia da Covid-
19.

O saldo da operação, que iniciou na véspera da partida, foi positivo, a começar pelo processo de comprovação da vacina e testagem prévia dos torcedores e profissionais. Os resultados dos exames foram enviados diretamente para controle sanitário no estádio num sistema automático, o que contribuiu para evitar aglomerações e longas filas de acesso às dependências do Maracanã. Portanto, na noite de reabertura do estádio com público, não houve registro de dificuldade na entrada, de retenções nos acessos internos e nem mesmo de reclamações por parte dos torcedores.

O Maracanã utilizou todo o seu potencial de ocupação – mesmo com um público reduzido – para testar o funcionamento da vida ativa do estádio. E, equipamentos que não eram utilizados há algum tempo, como banheiros, bares, escadas rolantes, e também a iluminação interna, funcionaram muito bem. Mas, a gestão do estádio entende que ajustes são sempre necessários para o aperfeiçoamento de toda e qualquer realização, mesmo em um balanço positivo, e comemorado com sucesso, como foi o de ontem."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos