Mercado fechará em 3 h 4 min
  • BOVESPA

    101.203,88
    -55,87 (-0,06%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.321,45
    -386,27 (-1,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    38,63
    -1,22 (-3,06%)
     
  • OURO

    1.905,40
    +0,20 (+0,01%)
     
  • BTC-USD

    12.990,35
    -86,67 (-0,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    258,86
    -4,55 (-1,73%)
     
  • S&P500

    3.397,95
    -67,44 (-1,95%)
     
  • DOW JONES

    27.639,81
    -695,76 (-2,46%)
     
  • FTSE

    5.814,98
    -45,30 (-0,77%)
     
  • HANG SENG

    24.918,78
    +132,68 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    23.494,34
    -22,25 (-0,09%)
     
  • NASDAQ

    11.482,75
    -180,75 (-1,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6366
    -0,0273 (-0,41%)
     

Quino dá adeus: cartunista pai da personagem Mafalda morre aos 88 anos

Claudio Yuge
·2 minutos de leitura

Ela tem apenas seis anos, mas é toda politizada, engajadas nas causas sociais. E mesmo sempre falando e agindo com mais responsabilidade que muito marmanjo, nunca deixou sua ternura infantil de lado. Desde 1962, as atitudes críticas de Mafalda conquistaram gerações de leitores em suas tiras de jornais e álbuns de quadrinhos e, nesta quarta-feira (30), a garotinha precisa realizar sua mais difícil tarefa: despedir-se de seu criador, o cartunista argentino Quino, que teve sua morte confirmada, aos 88 anos.

Joaquín Salvador Lavado, ou Quino, nasceu em Mendoza, na Argentina, em 1932, e foi o criador de histórias em quadrinhos de língua espanhola mais traduzido em todo o mundo, superando a marca de 30 idiomas. Mafalda foi concebida em 1962, em seu primeiro emprego como desenhista de peças publicitárias — e vale destacar que ela foi inicialmente rejeitada por vários jornais da época.

Mafalda é para os argentinos um patrimônio cultural tão importante quanto Tintim representa para os belgas<br>(Imagem: Reprodução/ActuaLitté via Wikipedia Creative Commons)
Mafalda é para os argentinos um patrimônio cultural tão importante quanto Tintim representa para os belgas
(Imagem: Reprodução/ActuaLitté via Wikipedia Creative Commons)

Mafalda já teve adaptações para outras mídias e, em 1973, após quase 2 mil tirinhas, Quino decidiu deixá-la imortalizada com os traços do passado, sem novas histórias. Vale destacar que ele também criou outros personagens de destaque, como Manolito, Susanita, Guille, Filipe e Libertad. E, vejam, só Mafalda tinha acabado de completar 56 anos nesta terça-feira (29).

A causa da morte não foi oficialmente divulgada, contudo, de acordo com a imprensa platina, Quino sofreu um acidente vascular cerebral nos últimos dias. O falecimento foi confirmado por Daniel Divinksy, pelo Twitter.

“Quino morreu. Todas as pessoas boas do país e no mundo vão chorar por isso”, disse Divinsky. E ele tem razão. Mas, enquanto houver causas pelas quais valem a pena lutar, Quino continuará vivendo por meio dos ensinamentos de sua pequena notável.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: