Mercado fechará em 2 h 57 min
  • BOVESPA

    111.036,30
    +363,54 (+0,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.409,75
    +7,05 (+0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,27
    +0,31 (+0,37%)
     
  • OURO

    1.784,40
    +13,90 (+0,79%)
     
  • BTC-USD

    66.693,45
    +4.323,94 (+6,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.547,55
    +66,75 (+4,51%)
     
  • S&P500

    4.538,78
    +19,15 (+0,42%)
     
  • DOW JONES

    35.625,61
    +168,30 (+0,47%)
     
  • FTSE

    7.223,10
    +5,57 (+0,08%)
     
  • HANG SENG

    26.136,02
    +348,81 (+1,35%)
     
  • NIKKEI

    29.255,55
    +40,03 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    15.415,50
    +17,00 (+0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4571
    -0,0391 (-0,60%)
     

ADATA XPG exibe memória RAM que atinge mais de 8.000 MHz de velocidade

·2 minuto de leitura

Com o lançamento da 12ª geração de processadores da Intel se aproximando, diversas fabricantes de memórias já começaram a exibir os primeiros módulos no novo protocolo DDR5. Um dos benefícios prometidos pela novidade é a altíssima velocidade das transferências, que pode chegar a dobrar as taxas que o atual protocolo DDR4 é capaz de entregar.

A XPG, divisão de games da ADATA, foi a mais nova companhia a mostrar as capacidades dos módulos DDR5 em testes de overclocking realizados internamente, que indicaram uma enorme margem para o procedimento nas memórias da próxima geração. Além disso, planos para o lançamento de módulos ainda mais velozes foram confirmados.

XPG exibe RAM rodando a mais de 8.000 MHz

Em comunicado enviado à imprensa, a XPG revelou que a equipe do XPG Overclocking Lab (XOCL) conseguiu "bater recordes" ao levar um kit DDR5 a impressionantes 8.118 MHz. As memórias utilizadas contam com velocidade padrão de 4.800 MHz, e suportam tecnologia XMP que realiza overclocking automático, mas chegam a apenas 6.800 MHz neste cenário.

Em uma segunda tentativa, os engenheiros conseguiram levar os componentes a 8.104 MHz, velocidade menor, mas não menos impressionante. A empresa divulgou ainda prints do programa CPU-Z comprovando os feitos e revelando mais alguns detalhes das configurações utilizadas — entre os destaques, a 8.118 MHz foi possível manter a latência CAS em CL50, enquanto a 8.104 MHz o atraso aumentou para CL52.

Outra boa notícia está no consumo, mantido entre 1,2 V e 1,6 V mesmo com o aumento substancial das velocidades. Trata-se do mesmo consumo médio das memórias DDR4, limitadas a taxas de transferência muito mais baixas.

A XPG já confirmou planos de lançar kits DDR5 com velocidade de 12.600 MHz (Imagem: Reprodução/WCCFTech)
A XPG já confirmou planos de lançar kits DDR5 com velocidade de 12.600 MHz (Imagem: Reprodução/WCCFTech)

Ainda assim, o fato de a XPG tratar o feito como "um novo recorde" é curioso, já que a companhia confirmou que pretende lançar kits DDR5 com velocidades mais altas, chegando aos 12.600 MHz. Mais detalhes serão divulgados ainda neste mês, quando a fabricante anunciar oficialmente os primeiros módulos da nova geração para consumidores.

Processadores Intel Alder Lake serão os primeiros compatíveis

As memórias DDR5 farão sua estreia neste mês junto à 12ª geração de processadores Intel Alder Lake, prometendo altas velocidades de transferência por padrão. As CPUs, também esperadas para serem lançadas em outubro, serão as primeiras compatíveis com o novo protocolo de RAM, através das placas Z690.

Além das memórias DDR5, a 12ª geração Intel Alder Lake estreará barramento PCI-E 5.0 e uma nova arquitetura híbrida (Imagem: Reprodução/Intel)
Além das memórias DDR5, a 12ª geração Intel Alder Lake estreará barramento PCI-E 5.0 e uma nova arquitetura híbrida (Imagem: Reprodução/Intel)

Os chips tirarão proveito dos módulos da nova geração, bem como do também estreante barramento PCI-E 5.0, para oferecer novos patamares de velocidade. Outro trunfo da família Alder Lake é a arquitetura híbrida, com núcleos P-Core de alto desempenho e E-Core de baixo consumo, algo até então inédito nos desktops.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos