Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.202,23
    +2.512,23 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.342,54
    +338,34 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,28
    +2,45 (+3,84%)
     
  • OURO

    1.698,20
    -2,50 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    49.952,18
    +1.562,31 (+3,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    982,93
    +39,75 (+4,21%)
     
  • S&P500

    3.841,94
    +73,47 (+1,95%)
     
  • DOW JONES

    31.496,30
    +572,20 (+1,85%)
     
  • FTSE

    6.630,52
    -20,36 (-0,31%)
     
  • HANG SENG

    29.098,29
    -138,51 (-0,47%)
     
  • NIKKEI

    28.864,32
    -65,78 (-0,23%)
     
  • NASDAQ

    12.652,50
    -11,25 (-0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7780
    -0,0079 (-0,12%)
     

Adam Driver é acusado de agressão por atriz portuguesa: "péssima pessoa"

Rafael Monteiro
·1 minuto de leitura
Nominees for the 92nd Annual Academy Awards (Oscars) - ceremony to be held Sunday, February 9th, 2020 - Adam Driver nominated for Best Actor In A Leading Role for "Marriage Story" which was also nominated for Best Picture. - File Photo by: zz/John Nacion/STAR MAX/IPx 2019 12/2/19 Adam Driver at the Independent Filmmaker Project's 29th Annual IFP Gotham Awards held at Cipriani Wall Street on December 2, 2019 in New York City. (NYC)
Adam Driver (zz/John Nacion/STAR MAX/IPx 2019)

Adam Driver foi acusado pela atriz portuguesa Lídia Franco, de 76 anos, de tê-la agredido durante as filmagens do filme "O Homem Que Matou Dom Quixote" (2018), de Terry Gilliam. A declaração foi feita pela atriz em entrevista ao podcast Era o Que Faltava, da Rádio Comercial, de Portugal, como relatou o portal Público.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

"Guardo desse filme uma péssima experiência por causa do Adam Driver. Portou-se muito mal comigo, fisicamente. Agrediu-me. Não tinha nada a ver com a cena. Foi uma agressão camuflada, com uma cadeira", disse ela sobre o ator indicado ao Oscar duas vezes: uma a Melhor Ator Coadjuvante por "Infiltrado na Klan" (2018) e outra a Melhor Ator por "História de um Casamento" (2019).

Leia também:

Além da agressão, Driver teria protagonizado diversos momentos de estrelismo. "Ele exigia, acho que por contrato, que ninguém podia olhar para ele. Se olhassem, os figurantes eram imediatamente despedidos. E aconteceu", afirma Franco. "Uma das coisas que ele começou por fazer na Espanha foi exigir que, nos ensaios, todos os técnicos saíssem do plateau."

"Ele exigia isso e continuou a fazê-lo em Portugal, mas alguns técnicos portugueses negaram-se. Dizia ‘virem-se de costas’, vi pelo menos um a sair do estúdio", garantiu Lídia. Ela afirma que deixou as gravações do longa após criticar as atitudes de Driver no set de filmagem. "Legalmente não podiam fazer nada", lamentou a atriz. Até o momento, Adam Driver não se pronunciou sobre as acusações.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube