Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.269,78
    -315,47 (-0,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Activision Blizzard cria comitê para combater assédio

·1 min de leitura

O conselho de diretores da Activision Blizzard anunciou a criação de um Comitê de Responsabilidade no Local de Trabalho para supervisionar as mudanças na cultura da empresa. A companhia e suas lideranças, inclusive o CEO Bobby Kotick, vêm sendo acusados e processados por manter um ambiente de assédio sexual e discriminação.

A informação sobre o comitê já circulava em rumores levantados pelo jornal The Wall Street Journal e publicados pelo Canaltech na última segunda-feira (22). A notícia também dizia que Kotick sabia dos casos e interviu ativamente para escondê-los. Não há informações sobre se o comitê investigará o CEO.

O CEO da Activision Blizzard, Bobby Kotick (Foto: Jordan Matter/Creative Commons)
O CEO da Activision Blizzard, Bobby Kotick (Foto: Jordan Matter/Creative Commons)

O grupo inspecionará “o progresso da empresa na implementação bem-sucedida de novas políticas, procedimentos e compromissos para melhorar a cultura do local de trabalho e eliminar todas as formas de assédio e discriminação”, segundo o anúncio. A ideia é que os executivos da companhia forneçam relatórios das mudanças frequentemente.

O grupo será composto, inicialmente, por dois diretores independentes do conselho da Activision: Dawn Ostroff, que é diretor de conteúdo e de negócios de publicidade do Spotify, que atuará como presidente do comitê; e Revata Bowers, que já trabalhou como professora e administradora no The Center for Early Education, em Los Angeles, nos Estados Unidos, durante 44 anos.

Em outubro, Kotick anunciou cinco compromissos para mudar a cultura de assédio da empresa — relembre todos aqui. O executivo também prometeu que teria seu salário reduzido até que as mudanças ocorressem.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos