Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.471,92
    +579,92 (+0,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.723,43
    -192,77 (-0,41%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,53
    -0,01 (-0,01%)
     
  • OURO

    1.792,40
    -14,50 (-0,80%)
     
  • BTC-USD

    23.248,76
    +101,36 (+0,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    533,20
    -2,02 (-0,38%)
     
  • S&P500

    4.145,19
    -6,75 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    32.803,47
    +76,67 (+0,23%)
     
  • FTSE

    7.439,74
    -8,32 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    20.201,94
    +27,94 (+0,14%)
     
  • NIKKEI

    28.175,87
    +243,67 (+0,87%)
     
  • NASDAQ

    13.216,50
    -110,50 (-0,83%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2666
    -0,0739 (-1,38%)
     

Acordo da BlackRock com Coinbase cimenta status das criptomoedas

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Bloomberg) -- O chamado inverno cripto que assola a Coinbase há quase nove meses pode finalmente estar perto do fim.

As ações da maior bolsa de criptomoedas dos EUA fecharam em alta de 10% na quinta-feira, após dispararem até 44%, com o anúncio de sua parceria com a BlackRock para ajudar investidores institucionais a gerir e negociar Bitcoin. O rali foi seu terceiro dia consecutivo de ganhos e posicionou o papel para um salto semanal recorde.

Para os investidores da Coinbase, a notícia é um sinal muito necessário de que seu status de gigante no setor de criptomoedas permanece sólido, se bem que as ações ainda estejam profundamente no vermelho este ano, com queda de cerca de 65%.

“Após essa validação, é possível que a Coinbase consiga fazer parceria com setores financeiros mais tradicionais”, disse Owen Lau, analista da Oppenheimer. “Isso mostra que, mesmo com o tamanho da BlackRock, eles farão parceria com uma empresa nativa de criptomoedas, em vez de construir seus próprios recursos”.

A alta repentina adicionou quase US$ 2 bilhões ao valor de mercado da empresa, quase elevando-a acima de US$ 20 bilhões pela primeira vez desde meados de maio. Embora seja mais do que o dobro do tamanho da rival Robinhood Markets, está muito longe da valorização máxima perto de US$ 75 bilhões de novembro, quando o Bitcoin era negociado em nível recorde.

A empresa enfrentou uma onda de ventos contrários nos últimos meses, e seus volumes de negociação diminuíram em meio a uma queda no preço do Bitcoin e de outros tokens digitais. Ela também enfrenta uma investigação da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA sobre se permitiu indevidamente que clientes americanos negociassem ativos que deveriam ter sido registrados como valores mobiliários.

Quem apostou contra a ação, por sua vez, agora sofre com a forte recuperação do papel a partir de julho. Embora as posições vendidas ainda registrem ganhos acima de US$ 800 milhões este ano na marcação a mercado, esses retornos são 40% menores do que eram antes do salto de quinta-feira, de acordo com o diretor de análise da S3 Partners, Ihor Dusaniwsky. Ele espera uma corrida para desfazer posições vendidas após o anúncio da BlackRock colocar “um aperto semelhante ao de uma jibóia nos vendedores a descoberto”.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos