Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.957,86
    -1.826,46 (-4,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Histórico! SpaceX lança missão espacial 100% composta por civis

·6 minuto de leitura

A SpaceX fez história nesta noite de quarta-feira (15). A empresa de Elon Musk protagonizou a primeira viagem espacial da história a contar apenas com pessoas comuns a bordo da nave, sem a companhia de nenhum astronauta profissional. Estamos falando da Inspiration4, lançada a partir de um foguete Falcon 9 e contando com a espaçonave Crew Dragon.

A viagem orbital terá duração de três dias; ou seja, o quarteto de turistas espaciais dará algumas voltas ao redor da Terra, até retornar em uma amerrissagem (nome dado para pouso no mar) no litoral da Flórida. A façanha tem, na verdade, um objetivo principal bastante nobre: arrecadar milhões de dólares para o St. Jude Children's Research Hospital. Jared Isaacman foi quem idealizou e financiou este projeto, propondo à SpaceX a missão civil fomo forma de ajudar o hospital infantil. Como ele não queria se tornar apenas mais um bilionário viajando ao espaço, tentou fazer algo diferente ao criar a campanha: ele doou US$ 100 milhões à campanha e, com isso, "comprou" os assentos da nave Crew Dragon, permitindo que outras pessoas comuns (ou seja, não astronautas) fizessem história a seu lado.

A tripulação é composta, então, pelo bilionário Jared Isaacman, que é o comandante da missão; Sian Proctor, artista de afrofuturismo e professora de geociências, sendo a piloto da missão; Hayley Arceneaux, médica do St. Jude que sobreviveu a um câncer na infância, sendo a médica oficial da Inspiration4; e Chris Sembroski, veterano da Força Aérea dos EUA e egenheiro de dados, sendo o especialista da missão. Durante a jornada, os tripulantes vão conduzir alguns experimentos científicos, coletando dados sobre os efeitos desta viagem espacial no corpo humano — além de, claro, admirar toda a beleza da Terra vista do espaço.

A tripulação da Inspiration4 (Imagem: Reprodução/SpaceX)
A tripulação da Inspiration4 (Imagem: Reprodução/SpaceX)

O Canaltech acompanhou os bastidores da missão e, claro, assistiu ao vivo ao grande momento do lançamento. Abaixo, você confere como foram os principais momentos do evento, desde os bastidores acompanhando os preparativos finais da tripulação, até o grand finale com o lançamento desta missão histórica — que abre as portas, talvez de uma vez por todas, para o turismo espacial.

Como foi o lançamento da Inspiration4

A transmissão começou às 16h45, logo de início mostrando os quatro tripulantes da Inspiration4 saindo do hangar da SpaceX e acenando aos presentes no local.

(Imagem: Reprodução/SpaceX)
(Imagem: Reprodução/SpaceX)

Eles entraram em veículos Model X, da Tesla (outra empresa fundada por Elon Musk), para se locomoverem ao local do lançamento — mas ainda havia muitos últimos testes e procedimentos a serem feitos antes do grande momento.

(Imagem: Reprodução/SpaceX)
(Imagem: Reprodução/SpaceX)

Faltando pouco menos de 4 horas para o lançamento, vimos o foguete Falcon 9 com a nave Crew Dragon posicionada lá no topo, conectada à estrutura pela plataforma de acesso por onde os astronautas andariam até entrarem na espaçonave mais tarde. Tudo aconteceu no Kennedy Space Center, precisamente na mesma plataforma utilizada no Programa Apollo para levar os primeiros humanos à Lua no final dos anos 1960. O tempo parecia favorável ao lançamento, com poucas nuvens.

(Imagem: Reprodução/SpaceX)
(Imagem: Reprodução/SpaceX)

A tripulação, então, chegou às 17h45 à sala de preparativos dedicada ao momento de vestir os trajes espaciais. Os viajantes espaciais contaram com o auxílio dos especialistas da SpaceX para que os trajes fossem ajustados devidamente, garantindo toda a segurança.

(Imagem: Reprodução/SpaceX)
(Imagem: Reprodução/SpaceX)

Trajes devidamente vestidos, chegou a hora de posar para uma foto oficial pré-lançamento.

(Imagem: Reprodução/SpaceX)
(Imagem: Reprodução/SpaceX)

Logo após as 18h, o quarteto subiu pelo elevador da plataforma para chegar ao nível em que está o braço de acesso à Crew Dragon. Antes de qualquer coisa, uma parada para que eles telefonassem às suas famílias, recebendo desejos de boa sorte antes do lançamento. Essa é uma tradição de lançamentos espaciais tripulados — e, por sinal, o aparelho telefônico permanece no mesmo lugar do telefone usado pelos astronautas das missões Apollo!

(Imagem: Reprodução/SpaceX)
(Imagem: Reprodução/SpaceX)

A equipe então começou a caminhar pela plataforma de acesso à Crew Dragon, fazendo uma pausa para admirar a paisagem.

(Imagem: Reprodução/SpaceX)
(Imagem: Reprodução/SpaceX)

Mais uma tradição de astronautas que agora foi realizada pelos civis da Inspiration4: a equipe autografou o mural onde há as assinaturas dos astronautas da NASA que já viajaram com a SpaceX nas missões Demo-2, Crew-1 e Crew-2.

(Imagem: Reprodução/SpaceX)
(Imagem: Reprodução/SpaceX)

A tripulação começou a se acomodar nos assentos da Crew Dragon, contando com o auxílio dos especialistas da SpaceX em todos os momentos. Chegara a hora de, literalmente, apertar os cintos!

(Imagem: Reprodução/SpaceX)
(Imagem: Reprodução/SpaceX)

Às 19h, começaram os procedimentos para que a escotilha da Crew Dragon fosse fechada, com a tripulação já devidamente posicionada em segurança nos assentos da nave.

(Imagem: Reprodução/SpaceX)
(Imagem: Reprodução/SpaceX)

Faltando apenas uma hora e meia para o grande momento, o tempo continuava colaborando e havia 90% de probabilidade de o lançamento ser autorizado. Como este não é um voo de algumas horas rumo à Estação Espacial Internacional (ISS), mas sim um voo com duração de quase 3 dias em órbita da Terra, é preciso garantir que o tempo esteja favorável tanto no momento do lançamento, quanto no dia e horário previstos para o retorno da espaçonave.

(Imagem: Reprodução/SpaceX)
(Imagem: Reprodução/SpaceX)

Às 20h20, o braço que ligava a plataforma ao Falcon 9 começou a ser removido, deixando o foguete, a Crew Dragon e a tripulação da Inspiration4 "por conta própria" a partir deste momento. A SpaceX informou que todos os sistemas do veículo estavam liberados para o lançamento, e então chegou a hora de carregar o propelente no foguete.

Não se assuste com essa "fumaça" branca que saiu do Falcon 9! É apenas resultado do processo de abastecimento dos dois estágios do foguete, enquanto recebem o propelente à base de oxigênio líquido e um tipo específico de querosene.

(Imagem: Reprodução/SpaceX)
(Imagem: Reprodução/SpaceX)

Faltando 6 minutos para o lançamento, começou o processo de resfriamento dos motores. Isso é necessário para evitar choques térmicos durante as primeiras etapas do voo.

(Imagem: Reprodução/SpaceX)
(Imagem: Reprodução/SpaceX)

Nos minutos finais de todo o processo, a estrutura que "segura" o Falcon 9 se afastou e abriu suas "garras", permitindo, enfim, que o lançamento acontecesse.

(Imagem: Reprodução/SpaceX)
(Imagem: Reprodução/SpaceX)

3... 2... 1... e a Inspiration4 foi lançada às 21h03! Agora, quatro pessoas comuns entram para a história por realizarem a primeira viagem espacial totalmente civil, sem a companhia de nenhum astronauta profissional a bordo.

A tripulação da Inspiration4 estará o mais longe que humanos já chegaram desde 1972, com a missão Apollo 17, a última a levar astronautas à Lua. É que o quarteto passará três dias na órbita da Terra à altitude de 575 km — ou seja: a Crew Dragon estará acima da Estação Espacial Internacional, que fica a uma altitude de cerca de 400 km, e até mesmo acima da órbita do telescópio espacial Hubble, que tem altitude de quase 560 km.

Dessa maneira, a missão vai orbitar a Terra 15 vezes por dia. Isso significa assistir ao nascer e ao pôr do Sol 15 vezes a cada 24 horas! Podemos esperar por muitas fotos incríveis da Terra vista do espaço, com uma visão ainda mais privilegiada do que a que os astronautas a bordo da ISS costumam ter — ainda mais considerando que a Crew Dragon da Inspiration4 foi adaptada e, ao remover o sistema de acoplagem, ganhou uma cúpula transparente para que os viajantes admirem o espaço ao seu redor de maneira sem precedentes.

Abaixo, você assiste à transmissão original da SpaceX, na íntegra:

*Em desenvolvimento. Atualize para mais informações.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos