Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,53 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,15 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.865,90
    -50,40 (-2,63%)
     
  • BTC-USD

    22.927,70
    -507,38 (-2,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,89 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,36 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5362
    +0,0465 (+0,85%)
     

Acionista de corretora de criptomoedas é encontrado morto e polícia suspeita de suicídio

Polícia Sul coreana
Polícia Sul coreana

De acordo com jornais sul-coreanos, o maior acionista da corretora de criptomoedas Bithumb, conhecido como Park, foi encontrado morto na manhã desta sexta-feira (30), em frente à sua casa em Seul, capital do país.

A polícia acredita que o executivo cometeu suicídio, já que existem informações de que ele pulou de uma janela do prédio onde morava. Park era vice-presidente da Vidente Co, empresa que controla a exchange Bithumb.

De acordo com notícias locais, ele estava sendo investigado sob alegações de que havia roubado dinheiro das afiliadas da Bithumb. Conforme informações da mídia sul-coreana, Park supervisionou a contabilidade de Kang Ji-Yeon e seu irmão Kang Jong-Hyun quando era vice-presidente de Vidente.

Existem rumores de que os irmãos Kang incriminaram Park por peculato e manipulação de ações. Assim, existem várias razões para suspeitas em torno dos irmãos Kang, incluindo um suposto envolvimento com criação de caixa dois por meio do roubo de fundos de empresas que operam sob identidades falsas.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Vários executivos seniores da empresa estão sob investigação e, embora Park estivesse enfrentando acusações de corrupção, presume-se que ele tenha sido usado como peão, com os executivos da empresa colocando todos os crimes nas suas costas.

Conforme rumores, Park administrava a contabilidade dos irmãos Kang, que se pensava ser os verdadeiros donos da Bithumb. Antes disso, em 7 de outubro, empresas relacionadas com a Vident tiveram bens apreendidos.

Suspeitas foram levantadas sobre os irmãos Kang, acusados ​​de acumular ganhos ilegais manipulando preços de ações e vendendo títulos conversíveis, bem como estabelecendo fundos secretos extorquindo várias empresas.

A polícia trabalha com a hipótese de que a morte de Park tenha relação com o fato de que os irmãos Kang transferiram a ele toda a responsabilidade pelos crimes investigados.

Suicídio

Em Dongjak-gu, Seul, Park Mo foi encontrado morto na frente de sua casa. De acordo com a Delegacia de Seul, a morte ocorreu na manhã desta sexta (30), por volta das quatro da manhã.

A causa da morte ainda é desconhecida e as autoridades estão conduzindo uma investigação para determinar as circunstâncias do incidente. A polícia afirmou que a morte está sendo tratada como suicídio e disse que as análises optométricas e de CFTV do local indicaram não haver outra possibilidade no momento.

“Através da análise optométrica e CCTV no local, não há outra possibilidade até agora.”

A Bithumb não divulgou nenhuma declaração sobre o assunto até o momento. As investigações estão em andamento e mais detalhes serão fornecidos assim que estiverem disponíveis.

Vale ressaltar que a Bithumb é uma das empresas em crise na Coreia do Sul. De acordo com a agência de notícias local Newsis, 16 pessoas foram presas em agosto por envolvimento com operações ilícitas de câmbio.

Fonte: Livecoins

Veja mais notícias sobre Bitcoin. Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.