Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    48.146,32
    +159,36 (+0,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.530,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Acesso limitado e dados afetam novo mercado de carbono da China

·1 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O mercado nacional de carbono da China, visto como ferramenta fundamental para ajudar os maiores poluidores do mundo a reduzir as emissões, está sendo prejudicado pelo acesso limitado de pequenas empresas e por dúvidas sobre a qualidade dos dados, de acordo com pessoas a par dos detalhes.

Apenas uma dezena de grandes empresas obteve acesso para participar quando o mercado foi aberto no início do mês, e a permissão tem sido ampliada lentamente para as cerca de 2.200 companhias de energia cobertas pelo primeiro estágio das negociações, de acordo com as pessoas, que pediram anonimato.

Também existe a preocupação sobre a confiabilidade dos dados de emissões fornecidos às autoridades e usados para calcular os direitos ou licenças de poluição. No mês passado, autoridades sinalizaram irregularidades com a Inner Mongolia Erdos High-tech Materials e ordenaram que a empresa reenviasse os cálculos para 2019.

Mesmo com mais empresas do setor de energia tendo acesso, os volumes não devem aumentar, de acordo com Chen Xin, analista da Cinda Securities. Muitas concessionárias com concessões de carbono planejam esperar até que haja mais clareza no desenvolvimento do mercado antes de se comprometerem com grandes operações, enquanto outros participantes ainda não têm funcionários com experiência suficiente, disse. Cautela semelhante também resultou em liquidez limitada nos primeiros mercados piloto regionais da China.

O Ministério da Ecologia e Meio Ambiente, que supervisiona o mercado, e a Bolsa de Meio Ambiente e Energia de Xangai, que coordena as negociações, não responderam de imediato a pedidos de comentário.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos