Mercado fechará em 3 h 39 min
  • BOVESPA

    99.083,36
    +129,46 (+0,13%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.335,56
    +592,41 (+1,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,45
    +2,02 (+1,86%)
     
  • OURO

    1.806,50
    +5,00 (+0,28%)
     
  • BTC-USD

    19.769,71
    +710,17 (+3,73%)
     
  • CMC Crypto 200

    428,57
    +8,43 (+2,01%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.232,65
    +64,00 (+0,89%)
     
  • HANG SENG

    21.830,35
    -29,44 (-0,13%)
     
  • NIKKEI

    26.153,81
    +218,19 (+0,84%)
     
  • NASDAQ

    11.564,00
    -47,25 (-0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5241
    -0,0346 (-0,62%)
     

Aceleradora de startups alerta turbulência no setor durante os próximos meses

A aceleradora Y Combinator, uma das mais conhecidas empresas do ramo, enviou para os fundadores de startups que estão no seu portfólio uma carta que, em seu conteúdo, pede para que essas organizações estejam preparadas para o pior; já que, mesmo não sendo possível prever o quão ruim as coisas ficarão, o futuro não é muito animador.

A carta, intitulada Economic Downturn (“desaceleração da economia”, em tradução livre) tem, em seu conteúdo, um pedido para que os fundadores das startups busquem maneiras de manter suas empresas no estado de Default Alive ("viva por padrão", em tradução livre), em que elas podem funcionar unicamente com o dinheiro que tem em caixa no momento. Caso essa situação não for possível, é recomendado o levantamento de investimentos o mais rápido possível — afirmando que a responsabilidade da sobrevivência da empresa está nas mãos instituidor, caso a captação de fundos não seja possível durante os próximos 24 meses.

O comunicado também explicita que a previsão para que este período mais complicado comece é de cerca de um mês, já alertando as startups sobre o possível momento tortuoso que elas podem passar em breve.

Aviso para startups é consequência do aumento da taxa de juros nos EUA

<em>O aumento da taxa de juros nos EUA vem causando impactos em diferentes setores corporativos - e também é sentido por startups. (Imagem: Reprodução/Free-Photos/Pixabay)</em>
O aumento da taxa de juros nos EUA vem causando impactos em diferentes setores corporativos - e também é sentido por startups. (Imagem: Reprodução/Free-Photos/Pixabay)

O alerta da Y Combinator para as startups de seu portfólio é mais um resultado das mudanças no cenário econômico atual que estão acontecendo após o aumento da taxa de justos nos EUA para combater a inflação do país.

Os investidores enxergam, pela alta, que como agora o governo está pegando mais dos valores arrecadados no processo, formas mais seguras de captação e rendimento são as ideais — e, no mercado de startups, que muitas vezes pode incluir situações que não vinguem, opções de renda fixa parecem mais agradáveis no momento do que essas incertas, resultando em investimentos menores e menor conclusão de negócios.

Para a Y Combinator, a situação será especialmente impactante para aquelas startups que tenham atuação internacional, junto de muitos ativos, baixas margens de operação e que queimem, em sua atuação, muito do dinheiro que tem em caixa.

Os impactos em startups no Brasil

O impacto também é visível nas operações de startups no Brasil. Segundo dados da plataforma de inovação Distrito, nos primeiros meses de 2022, ocorreu um recuo de 4% em relação aos investimentos realizados no mesmo período de 2021 — totalizando aporte de US$ 2,3 bilhões (R$ 11 bilhões) na janela.

Já em negócios fechados, ocorreu uma diminuição de 13% no mesmo espaço de tempo, somando 238 rodadas de investimentos concluídas nos quatro primeiros meses de 2021.

Com esses números e com o aviso da Y Combinator que em um mês o cenário pode se complicar ainda mais, as startups precisam navegar os próximos tempos com cuidado — já que, dependendo da gravidade da situação, suas operações podem sofrer consequências críticas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos