Mercado fechará em 5 h 9 min

Academia do Exército tem 242 casos de coronavírus

Academia Militar das Agulhas Negras


A Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), onde são formados oficiais de carreira do Exército, registrou 242 casos confirmados de novo coronavírus até 20 de junho, equivalente a 13% dos aspirantes (1.784 no total) que cursavam a instituição de ensino superior em Resende (sul do Rio de Janeiro).

Na academia e em outras 40 unidades de ensino do Exército, não houve nenhuma morte ligada à pandemia. Sobre a Aman, o órgão registra que todos os 242 militares se recuperaram da doença e que todos foram testados para Covid-19.

Entretanto, a Prefeitura de Resende divulgou dados divergentes e registrou 59 casos na Academia Militar das Agulhas Negras. O município afirmou não ter recebido nenhuma documentação do Exército relatando os 242 casos na academia.

Foi na Aman que, em dezembro 1977, o presidente Jair Bolsonaro concluiu o curso de formação de oficiais. Na bicentenária instituição, Bolsonaro foi o cadete número 531, conforme conta o jornalista Luiz Maklouf Carvalho no livro "O cadete e o capitão: A vida de Jair Bolsonaro no quartel".

Os dados foram obtidos pelo portal G1 via Lei de Acesso à Informação (LAI).

Em outro caso nas Forças Armadas, a Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar), em Barbacena (MG), também registrou um surto de Covid-19 em maio e mais 9 casos em julho.