Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.717,94
    -517,82 (-0,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.460,55
    +652,34 (+1,36%)
     
  • PETROLEO CRU

    94,02
    -0,32 (-0,34%)
     
  • OURO

    1.803,20
    -4,00 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    23.959,08
    +44,00 (+0,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    573,13
    -1,61 (-0,28%)
     
  • S&P500

    4.207,27
    -2,97 (-0,07%)
     
  • DOW JONES

    33.336,67
    +27,16 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.465,91
    -41,20 (-0,55%)
     
  • HANG SENG

    20.082,43
    +471,59 (+2,40%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.330,75
    +19,50 (+0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3233
    -0,0004 (-0,01%)
     

Airbnb proíbe 'para sempre' festas nas propriedades de seu catálogo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Acabou a farra; Airbnb proíbe festas nas propriedades de forma definitiva
Acabou a farra; Airbnb proíbe festas nas propriedades de forma definitiva
  • A proibição é válida para todos os países;

  • A medida foi tomada de maneira temporária durante momentos agudos da pandemia em 2020;

  • Inicialmente, a ação visava coibir aglomerações para evitar a disseminação do vírus da covid-19.

O que começou como uma medida sanitária contra a pandemia de covid-19, agora vai se tornar uma regra permanente para aluguéis de casas e apartamentos através da Airbnb. A plataforma decidiu banir de forma definitiva, em todos os países, a realização de festas nas propriedades disponíveis em seu catálogo.

A fim de evitar a transmissão do novo coronavírus através de aglomerações, a Airbnb protocolou a proibição em 2020, inicialmente, de maneira temporária. Ao que tudo indica, a medida deve ter agradado a maioria dos proprietários, já que festas podem trazer todo tipo de dano às propriedades e incomodam os vizinhos. Com isso, as festas estão permanentemente banidas na Airbnb, sob penalização de suspensão da conta até banimento completo da plataforma.

“A proibição foi bem recebida por nossa comunidade de anfitriões e recebemos feedback positivo de líderes da comunidade e autoridades eleitas. À medida que aproveitamos esse momento, acreditamos que é a hora certa de codificar essa política”, explicou a Airbnb.

A companhia informa que, desde que a medida foi implantada em 2020, o número de denúncias caiu em 44% e um total de 6.600 contas foram suspensas por quebrar essa regra somente no ano passado.

Nem todas as medidas tomadas durante os momentos mais agudos da pandemia serão mantidas pela empresa. É o caso da limitação de 16 pessoas para propriedades grandes disponíveis no catálogo da empresa, que agora está removida. O site cita propriedades imensas, "de castelos na Europa a vinícolas nos EUA", que podem facilmente acomodar mais de 16 pessoas. Segundo o post no blog, "essas propriedades prosperam em hospedar viagens de família de múltiplas gerações e grupos maiores de pessoas".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos